Coronavírus
Mais de 170 mil pessoas no país testaram positivo para Covid-19 todos os dias, em média na semana passada
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no email
Compartilhar no reddit
covid eua
Pessoa usando máscara nos EUA | Foto: SPENCER PLATT / GETTY IMAGES NORTH AMERICA / AFP

Autoridades e especialistas em saúde norte-americanos preveem um aumento significativo de casos de Covid-19 nas próximas semanas, um tema que dominará os programas do debate político de hoje na televisão.

Anthony Fauci, que deve aparecer no programa ‘This Week’ da ABC neste domingo, disse à televisão PBS no início desta semana que grandes reuniões familiares podem levar a mais exposição e mais ondas.

Por outro lado, em declarações ao jornal USA Today nesta sexta-feira, o especialista destacou que os casos da doença, que atualmente crescem exponencialmente em todo o país, continuarão elevados ou aumentarão daqui para fevereiro.

Segundo o imunologista, se essa tendência continuar, a situação não será diferente nos feriados de Natal e Ano Novo do que nas comemorações do Dia de Ação de Graças, comemorado ontem.

O país ultrapassou 13 milhões de novas infecções por coronavírus na sexta-feira, apenas seis dias depois de ultrapassar 12 milhões em 21 de novembro, além de um pico de mais de 90 mil hospitalizações, um número recorde pelo 17ú dia consecutivo.

Só em novembro, os Estados Unidos ultrapassaram os quatro milhões de casos, número que dobrou os 1,9 milhão de infecções registradas em outubro.

Mais de 170 mil pessoas no país testaram positivo para Covid-19 todos os dias, em média na semana passada.

O aumento de casos também ocorreu pouco antes do Natal, quando os americanos viajam e realizam grandes reuniões dentro de suas casas.

Autoridades de saúde e líderes políticos nos estados alertaram nesta semana os cidadãos para não se reunirem em ambientes fechados e desaconselharam viajar para o Dia de Ação de Graças, que caiu na quinta-feira.

Mas, apesar do alerta, quase 1,1 milhão de pessoas viajaram naquela data, o maior número desde março, quando a pandemia atingiu o país pela primeira vez.

A coordenadora da força-tarefa para o coronavírus da Casa Branca, Deborah Birx, que aparecerá no programa Face The Nation da CBS neste domingo, disse no início deste mês que os americanos precisam estar vigilantes agora porque sabemos que assim podemos parar a propagação. No início de novembro, os Centros de Controle e Prevenção de Doenças emitiram um alerta citando o ‘crescimento exponencial’ nos casos da Covid-19 em todo o país.

Em sua proclamação de Ação de Graças emitida na quarta-feira, o presidente Trump pediu aos americanos que se reunissem ‘em casas e locais de culto’ para o feriado, um pedido que vai contra o conselho de especialistas em saúde pública.

Compartilhar no facebook
Compartilhe no seu Facebook!
Compartilhar no twitter
Tuite este artigo!
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no telegram
Telegram
Compartilhar no email
Email
Compartilhar no reddit
Reddit
Compartilhar no facebook
Compartilhe
Compartilhar no twitter
Tuite este artigo!
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no email
Compartilhar no reddit
Relacionadas