Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no email
Compartilhar no reddit
DSpSnj3WkAAVj7v
|

Da redação – Ontem (03) foi revelado que no dia da posse de presidente fascista e ilegítimo Jair Bolsonaro, na terça-feira, gabinetes de oito deputados do PT e de cinco do PSOL foram invadidos por pessoas anônimas, mas, obviamente, fascistas (o ato, em si, é um ato fascista).

A ação configura-se como o início de uma perseguição política aberta dentro do Congresso Nacional contra a esquerda. Sobre isso, o deputado federal Paulo Pimenta (PT) explicou o caso e denunciou essa ação gravíssima.

Os partidos de esquerda, como PT e PSOL, seus deputados e sua militância, devem organizar um amplo movimento, que não dê a mínima prioridade para as ações parlamentares (que, como acabamos de ver, pouco adiantarão) para combater os ataques fascistas e a perseguição política. A esquerda e os movimentos sociais, os trabalhadores, devem se organizar nas ruas para enfrentar Bolsonaro e a extrema-direita e derrotar o golpe.

Compartilhar no facebook
Compartilhe no seu Facebook!
Compartilhar no twitter
Tuite este artigo!
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no telegram
Telegram
Compartilhar no email
Email
Compartilhar no reddit
Reddit
Compartilhar no facebook
Compartilhe
Compartilhar no twitter
Tuite este artigo!
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no email
Compartilhar no reddit
Relacionadas