Imperialismo no futebol
A escolha de técnicos estrangeiros está dentro de uma política geral contra o futebol brasileiro.
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no email
Compartilhar no reddit
Joel Santana, tradicional técnico brasileiro | Foto: Reprodução

O treinador Espanhol Domènec Torrent aceitou o convite do Flamengo para ser seu novo técnico do time de futebol, ainda falta uma conversa para ajustar questões de tempo de contrato, e também sobre a comissão técnica que virá com o técnico para o futebol brasileiro.

O nome Domènec passou a ter mais força, depois que o Português Leonardo Jardim, técnico no Mônaco, time francês recusou o convite, outro técnico português que também recusou o convite do time da gávea foi Carlos Carvalhal.

A preferência por técnicos estrangeiros em detrimento dos técnicos brasileiros vem causando polêmica. Recentemente em entrevista, Joel Santana, ex-técnico de times grandes do futebol brasileiro como: Flamengo, Corinthians, Vasco, Botafogo e outros, criticou a medida.

Joel Santana criticou a busca do Flamengo – e de outros clubes brasileiros – por treinadores estrangeiros, dizendo que eles não têm nada de diferente para oferecer. O treinador afirmou, ainda, que trata-se de uma moda no Brasil. “Agora é moda treinador estrangeiro. Não tem nada de diferente. Marca pressão, joga em bloco… Inventam um monte de historinha”. Joel Santana ressaltou “o futebol brasileiro é pentacampeão do mundo com nossos treinadores. Agora todo mundo lá fora é dono da cocada e aqui não valem nada.”

A posição de Joel Santana reforça a posição do diário Causa Operária sobre os técnicos estrangeiros e deve ser entendida como uma manifestação do que os técnicos brasileiros estão pensando. A predileção por técnicos estrangeiros é parte de uma política geral contra o futebol brasileiro, que é vítima de uma intensa propaganda da imprensa burguesa de que os técnicos brasileiros são retrógrados.

É uma tentativa de diminuir a importância do futebol mais vitorioso da história, que revela os melhores jogadores do mundo, não por acaso a grande campanha por parte da imprensa contra Pelé e Neymar, ícones do futebol brasileiro.

Domènec Torrent tem como maior feito em seu currículo o fato de ter sido auxiliar técnico Pep Guardiola, e só. O futuro técnico do Flamengo dirigiu times de segunda divisão e também New York City FC, do inexpressivo futebol norte-americano, nada que justifique tanta bajulação por parte dos dirigentes do flamengo e da imprensa.

Compartilhar no facebook
Compartilhe no seu Facebook!
Compartilhar no twitter
Tuite este artigo!
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no telegram
Telegram
Compartilhar no email
Email
Compartilhar no reddit
Reddit
Compartilhar no facebook
Compartilhe
Compartilhar no twitter
Tuite este artigo!
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no email
Compartilhar no reddit
Relacionadas