Propaganda imperialista
Remetendo-se até mesmo a época da União Soviética, a imprensa imperialista decidiu arrumar mais um culpado para a propagação do Covid-19: a Rússia.
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no email
Compartilhar no reddit
putin
Governo russo vítima de propaganda imperialista. Foto: Kremlin. |

Remetendo-se até mesmo a época da União Soviética, a imprensa imperialista decidiu arrumar mais um culpado para a propagação do Covid-19: a Rússia. Acusando portais russos de uma propagação sem limites de notícias falsas sobre o vírus, os imperialistas aproveitam o momento para fazer propaganda contra o país, algo que sempre é feito quando se tem oportunidade. As acusações foram feitas pelo portal alemão Deutsche Welle (DW), instrumento de propaganda de um dos maiores países imperialistas do mundo. Se levarmos em conta a origem das acusações, identificamos a hipocrisia da imprensa imperialista que não perde tempo em fazer sua propaganda, nem mesmo em épocas de crise escancarada do imperialismo e o capitalismo. 

Limitados a uma imprensa que serve a grande burguesia, os grandes portais imperialistas fazem acusações a Rússia mas se esquecem que a circulação de informações de todas as espécies no país é amplamente maior, devido a uma menor censura no país, diferentemente dos países ocidentais onde grandes veículos da imprensa omitem informações e propagam a aquilo que é de interesse burguês para as outras classes sociais. 

Ainda sobre a matéria do DW, os mesmos ainda utilizaram a propaganda anti comunista, justificando e acusando a Rússia de propagar informações falsas para a população desde a época da Guerra Fria, ainda na União Soviética. Fazendo um jogo de inversão de discursos, o portal acusa o governo russo de usar a situação para promover uma guerra informacional e trazer desinformação ao povo russo, podendo colocá-los em risco de vida.

As acusações caem por terra se analisarmos que no país com uma população estimada de 146 milhões de pessoas, os casos de Covid-19 chegaram até agora á apenas 309 casos, mesmo a Rússia tendo grandes fronteiras com a China e seu primeiro caso confirmado em janeiro. Numa tentativa de desmerecer as medidas russas contra o vírus, a imprensa imperialista também acusa o governo da Rússia de manipulação de dados, para justificar a pequena quantidade de infectados.

É necessário denunciar esta propaganda do imperialismo que tenta denegrir a imagem dos países que eles mesmos oprimem para justificar também os seus fracassos. Além disso, a propaganda anti comunista ainda é presente e é usada até mesmo contra países que não são comunistas, como é o caso da Rússia atual. O imperialismo tem uma forte arma para fazer esse tipo de propaganda, que é por meio da sua imprensa internacional e seus enviados em todas as partes do planeta.

Compartilhar no facebook
Compartilhe no seu Facebook!
Compartilhar no twitter
Tuite este artigo!
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no telegram
Telegram
Compartilhar no email
Email
Compartilhar no reddit
Reddit
Compartilhar no facebook
Compartilhe
Compartilhar no twitter
Tuite este artigo!
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no email
Compartilhar no reddit
Relacionadas