Agente da Polícia Federal e vereador afirmam que “índio tem que apanhar”

indigenas-salineiro

O agente da Polícia Federal (PF) e vereador de Campo Grande/MS, o golpista André Salineiro (PSDB) declarou na tribuna da Câmara Municipal de Campo Grande, que “índio tem que apanhar”, se referindo a uma manifestação de indígenas que ocorreu na BR-163, no início de março.

“Quando tem uma interrupção dessa, tem que chegar lá o policiamento e, se não tiver conversa, tem que descer o cacete mesmo. Têm que apanhar porque eles vão revidar e aí é a hora de apanhar”, afirmou o policial federal.

A declaração do agente da PF se dá no Estado que mais se comete violência contra os povos indígenas, muitas vezes com a ação direta das forças de repressão do Estado. O comportamento fascista do vereador Salineiro sempre houve, mas que atualmente se dá de maneira aberta e direta, revelando o verdadeiro papel da Polícia Federal e das forças de repressão no golpe de Estado.

O comportamento do golpista tucano Salineiro foi repetido na caravana de Lula pelo Sul do país, onde foi comprovada a ação de policiais nos ataques contra a caravana, incluindo a tentativa de assassinato de companheiros da caravana.

Fica cada vez mais claro o crescimento do fascismo no Brasil e é preciso interromper esse crescimento da maneira que for necessária para proteger os militantes da esquerda e dos movimentos de luta por direitos.

Com o fascismo não se discute, se combate. É necessária a criação de comitês de autodefesa dos povos indígenas para barrar os ataques dessa corja fascista formada pelas forças policiais que vão se acentuar com o desenvolvimento do golpe.