Siga o DCO nas redes sociais

Agências digitais do Banco do Brasil são verdadeiro caos para os seus funcionários
Agências digitais do Banco do Brasil são verdadeiro caos para os seus funcionários

A direção do Banco do Brasil implementa, sem qualquer aviso prévio, o modelo de atendimento digital aumentando transtornos tanto para os clientes quanto para os seus funcionários.

A implantação do atendimento digital tanto alardeado pela direção do banco e pela imprensa golpista em relação a reestruturação no BB, com fechamento de centenas de agências, realocação de funcionários, descomissionamentos, etc., como a sétima maravilha do mundo moderno, se mostra como uma farsa.

A princípio, os golpista que hoje comandam a empresa, argumentavam que o processo da  implantação das agências digitais se daria de forma clara e sem pressa, com ampla divulgação das nova praças e com negociação local com os sindicatos.

Ao contrário do papo furado dos banqueiros, na prática o que se vê é um verdadeiro caos, tanto para os clientes quanto para os funcionários.

São sistemáticas as denúncias dos trabalhadores em relação ao assédio moral para cobrança de metas na venda de produtos sem que o banco dê a devida segurança em relação a realização dos negócios. Segundo os funcionários, as transação estão sendo feitas sem a devida assinatura nos contratos por meio de senhas ou gravações que comprovem a contratação.

As ameaças são uma constantes para os trabalhadores que não conseguem bater a meta diária estabelecida pela direção que são encaminhados para outras unidades para um treinamento, na maioria das vezes as unidades ficam muito distante obrigando o trabalhador pegar duas conduções para chegar ao local.

Os trabalhadores não devem aceitar mais essas arbitrariedades do banco, que têm como fundamento entregar a instituição Banco do Brasil, que é um patrimônio do povo brasileiro, nas mãos dos banqueiros privados. Organizar uma verdadeira campanha em torno do real motivo que está conduzindo o banco para a sua privatização: o golpe de Estado. Somente a luta dos bancários do Banco do Brasil conjuntamente com os demais trabalhadores poderá derrotar o golpe e suas medidas.