HAMBURGUER CE1920
SHARE

Atos de Bolsonaro são menores mas ainda são um perigo

Um partido de militantes

Afinal, quem banca o PCO?

O PCO, como partido revolucionário, é o instrumento mais poderoso que os oprimidos tem a seu dispor na luta contra os capitalistas

Partido da Causa Operária – Foto: DCO

Não se pode negar que o PCO tem tido um papel de destaque na política nacional. Seus acertos políticos, sua incansável e aguerrida militância, sua coerência e, sobretudo, sua árdua defesa da classe trabalhadora fustigam os inimigos. Podemos destacar, sem nenhum receio, a alcunha de Partido da luta contra o golpe a insígnia mais honesta que a própria população o afiançara. No curso dos acontecimentos, suas críticas políticas foram rebatidas com injúrias caluniosas e até mesmo ameaças. Ora convinha aos adversários chamá-lo de minúsculo, ora seus feitos o tornam gigante ao ponto do questionamento se dar em torno de seu funcionamento. Deixada de lado a confusão em torno do tamanho do partido, uma questão fundamental veio a tona. Mas, afinal, quem banca o PCO?

O recente entrevero com o PSDB suscitou a perfídia dos inimigos e abalou de forma contundente o clima amistoso que setores da esquerda faziam abrolhar com direita. Esse acontecimento, com efeito, indignou ambos os lados; a direita e a esquerda frente-amplista assumiram a tarefa de defender essa união “instável” entre direita e esquerda. Malgrado o propósito nefasto da esquerda pequeno-burguesa adepta da prostituição política, na cerimônia de união, aos olhos dos manifestantes, o PSDB com sua pseudo-militância foi enxotado das ruas.

Passado esse acontecimento, a direita e seus apologistas do fascismo resolveram atacar o PCO e sua militância. Mais uma vez, colocou-se em questão o financiamento do partido. Como forma de denegrir o partido, uns fascistas estão falando nas redes sociais que alguém com dinheiro banca o PCO. Qual seria o significado dessas ilações? Uma hora dizem que somos minúsculos e ninguém nos ouve, somos isolados; agora falam que somos uma máquina partidária. Decidam-se! Obviamente, o que circunda essa pilhéria é o fato de nossos inimigos políticos se exasperarem com a relevância que o partido vem adquirindo no cenário político. Na limitada concepção desses indignados, não é possível que um partido tão pequeno consiga fazer um estrago tão grande. É muito provável que tal questionamento tire o sono de um sem-número de pedantes e inconformados: sem bancada no parlamento e sem fundo partidário, como esses vermelhos avançam com tanta firmeza e ocupam cada vez mais espaço na consciência dos setores mais combativos, arrastando cada vez mais os trabalhadores no enfrentamento ao regime golpista? Pois bem, esse fenômeno não é nada sobrenatural e tampouco extraordinário. É pura e simplesmente o resultado de um intenso trabalho de militância e conscientização política.

Diferente dos partidos burgueses e pequeno-burgueses, o PCO é um partido de militantes. Somos um partido revolucionário, que busca organizar o povo e integrar o povo na luta. É dessa forma, através do trabalho árduo dos nossos militantes, e com o apoio de uma rede de simpatizantes e amigos, que conseguimos fazer as coisas. Não há, portanto, nenhum financiamento de empresas ou até mesmo verba estatal. A independência econômica é a base da independência política. Nesse sentido, não abrimos mão de nossa independência política e programática. É através do apoio que recebemos dos nossos simpatizantes – que como vimos nas repercussões, são cada vez maiores – e ao trabalho dos nossos militantes, revolucionários profissionais, cuja vida está dedicada à luta revolucionária. Sobre essa base sólida construída através de muito trabalho que agimos.

É com base da experiência dos bolcheviques que tiramos a conclusão de como se deve construir um partido revolucionário. Um partido de militantes deve ser financiado pela própria militância e por pessoas que simpatizam e apoiam a política do partido. Por isso, é fundamental que se esclareça todas os passos dados nas diferentes etapas da luta política para que se estreite cada vez mais o vínculo entre o partido, sua militância e seus simpatizantes.

O PCO, como vanguarda da classe operária, representa o setor mais avançado da classe trabalhadora. O partido revolucionário de uma determinada época é a expressão do mais elevado grau de consciência da classe trabalhadora. A principal tarefa de um partido revolucionário marxista é educar a população e mostrar-lhes quem são seus aliados e seus inimigos. É por isso que o PCO conta com uma imprensa sem igual dentro da esquerda nacional. Jornal online e impresso, canal de TV no YouTube (COTV), Universidade Marxista, Escola Marxista etc. Todos esses fatores de conscientização ajudam no crescimento do partido e na expansão da consciência revolucionária entre as massas. São os próprios trabalhadores que financiam todo esse enorme cabedal de informações e de cultura política – é tarefa da própria classe trabalhadora a sua emancipação. O PCO, como partido revolucionário, é o instrumento mais poderoso que os oprimidos tem a seu dispor na luta contra os capitalistas.

A você que chegou até aqui,

agradecemos muito por depositar sua confiança no nosso jornalismo e aproveitamos para fazer um pequeno pedido.

O Diário Causa Operária atravessa um momento decisivo para o seu futuro. Vivemos tempos interessantes. Tempos de crise do capitalismo, de acirramento da luta de classes, de polarização política e social. Tempos de pandemia e de política genocida. Tempos de golpe de Estado e de rebelião popular. Tempos em que o fascismo levanta a cabeça e a esquerda revolucionária se desenvolve a olhos vistos. Não é exagero dizer que estamos na antessala de uma luta aberta entre a revolução e a contrarrevolução. 

A burguesia já pressentiu o perigo. As revoltas populares no Equador, na Bolívia e na Colômbia mostraram para onde o continente caminha. Além da repressão pura e simples, uma das armas fundamentais dos grandes capitalistas na luta contra os operários e o povo é a desinformação, a confusão, a falsificação e manipulação dos fatos, quando não a mentira nua e crua. Neste exato momento mesmo, a burguesia se esforça para confundir o panorama diante do início das mobilizações de rua contra Bolsonaro e todos os golpistas. Seus esforços se dirigem a apagar as linhas que separam a direita da esquerda, os golpistas dos lutadores contra o golpe, substituir o vermelho pelo verde e amarelo nas ruas e infiltrar verdadeiros inimigos do povo dentro do movimento popular. O Diário Causa Operária se coloca na linha de frente do enfrentamento contra a burguesia, sua política e suas manobras. 

Diferentemente de outros portais, mesmo os progressistas, você não verá anúncios pagos aqui. Não temos financiamento ou qualquer patrocínio dos grandes capitalistas. Isso porque entre nós e eles existe uma incompatibilidade absoluta — são os nossos inimigos. 

Estamos comprometidos de maneira intransigente com a defesa dos interesses dos trabalhadores, do povo pobre e oprimido. Somos um jornal classista, aberto e gratuito, e queremos continuar assim. Trabalhamos dia e noite para que o DCO cresça, se desenvolva e seja lido pelas amplas massas da população. A independência em relação à burguesia é condição para o sucesso desta empreitada. Mas o apoio financeiro daqueles que entendem a necessidade de uma imprensa vermelha, revolucionária e operária, também o é.  

Se já houve um momento para contribuir com o DCO, este momento é agora. Qualquer contribuição, grande ou pequena, faz tremenda diferença. Apoie o DCO com valores a partir R$ 20,00. Obrigado.

Apoie um jornal vermelho, revolucionário e independente

Em tempos em que a burguesia tenta apagar as linhas que separam a direita da esquerda, os golpistas dos lutadores contra o golpe; em tempos em que a burguesia tenta substituir o vermelho pelo verde e amarelo nas ruas e infiltrar verdadeiros inimigos do povo dentro do movimento popular, o Diário Causa Operária se coloca na linha de frente do enfrentamento contra tudo isso. 

Diferentemente de outros portais , mesmo os progressistas, você não verá anúncios de empresas aqui. Não temos financiamento ou qualquer patrocínio dos grandes capitalistas. Isso porque entre nós e eles existe uma incompatibilidade absoluta — são os nossos inimigos. 

Estamos comprometidos incondicionalmente com a defesa dos interesses dos trabalhadores, do povo pobre e oprimido. Somos um jornal classista, aberto e gratuito, e queremos continuar assim. Se já houve um momento para contribuir com o DCO, este momento é agora. ; Qualquer contribuição, grande ou pequena, faz tremenda diferença. Apoie o DCO com doações a partir de R$ 20,00 . Obrigado.

Quero saber mais antes de contribuir

 

Apoie um jornal vermelho, revolucionário e independente

Em tempos em que a burguesia tenta apagar as linhas que separam a direita da esquerda, os golpistas dos lutadores contra o golpe; em tempos em que a burguesia tenta substituir o vermelho pelo verde e amarelo nas ruas e infiltrar verdadeiros inimigos do povo dentro do movimento popular, o Diário Causa Operária se coloca na linha de frente do enfrentamento contra tudo isso. 

Diferentemente de outros portais , mesmo os progressistas, você não verá anúncios de empresas aqui. Não temos financiamento ou qualquer patrocínio dos grandes capitalistas. Isso porque entre nós e eles existe uma incompatibilidade absoluta — são os nossos inimigos. 

Estamos comprometidos incondicionalmente com a defesa dos interesses dos trabalhadores, do povo pobre e oprimido. Somos um jornal classista, aberto e gratuito, e queremos continuar assim. Se já houve um momento para contribuir com o DCO, este momento é agora. ; Qualquer contribuição, grande ou pequena, faz tremenda diferença. Apoie o DCO com doações a partir de R$ 20,00 . Obrigado.

Quero saber mais antes de contribuir

 

Apoie um jornal vermelho, revolucionário e independente

Em tempos em que a burguesia tenta apagar as linhas que separam a direita da esquerda, os golpistas dos lutadores contra o golpe; em tempos em que a burguesia tenta substituir o vermelho pelo verde e amarelo nas ruas e infiltrar verdadeiros inimigos do povo dentro do movimento popular, o Diário Causa Operária se coloca na linha de frente do enfrentamento contra tudo isso. 

Se já houve um momento para contribuir com o DCO, este momento é agora. ; Qualquer contribuição, grande ou pequena, faz tremenda diferença. Apoie o DCO com doações a partir de R$ 20,00 . Obrigado.