Aeroporto de Brasília sem combustível

aeroporto

Os terminais de Porto Alegre, Curitiba, Confins (MG) e Belém estão sendo reabastecidos, de acordo com a informação do Plural, associação nacional dos distribuidores de combustível.

Os demais aeroportos utilizam de abastecimento próprio. Guarulhos e Galeão são servidos por dutos e não dependem de fluxo externo. Os outros seis têm recebido caminhões com querosene de aviação.
Em 10 aeroportos da Infraero não há combustível. O mesmo acontece no aeroporto de Brasília, que é privatizado.

Esse distúrbio acontece por conta do avanço da política neoliberal engendrada pelo ilegítimo Temer junto aos grandes empresários, a mando dos EUA que visam destroçar ainda mais as empresas nacionais como a Petrobras.