Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no email
Compartilhar no reddit
abate de frango - 05-06
|

O grupo JBS/Friboi, considerado como o maior causador de acidentes e doenças ocupacionais do país, está, mais uma vez, firmando acordo de termo de Ajustamento de Conduta (TAC) junto ao Ministério Público do Trabalho, (MPE) relacionados aos abatedouros de frango. O acordo está relacionado às péssimas condições de trabalho e saúde dos seus funcionários.

O grupo é tido como o campeão de acidentes, tem contra si 34 mil processos por ano, sendo a maior parte relacionada aos maus tratos aos seus operários. No setor de abate de frango o ritmo de trabalho é insustentável. Para mencionar apenas um exemplo, um desossador de coxa de frango tem, em apenas um minuto e trinta segundos desossar sete coxas. É um ritmo alucinante, não há folga para nada, nem para ir ao banheiro, além da jornada de trabalho ser muito superior ao permitido por lei, ou seja oito horas de trabalho.

O JBS/Friboi é mestre em não fornecer o Comunicado de Acidentes do Trabalho (CAT), no entanto a maior parte dos trabalhadores tem algum distúrbio e diariamente se acidentam devido à pressão dos encarregados para aumentar cada vez mais a produção.

O Termo de Ajustamento de Conduta (TAC) firmado até 2022 é uma forma de ganhar mais tempo para continuar explorando os operários, pois as questões mais básicas como o fornecimento do CAT é negado aos trabalhadores, como forma de ocultar a quantidade de acidentes e doenças ocupacionais, além de a JBS/Friboi ter em seu histórico o fato de descumprir todo e qualquer acordo firmado, seja qual for, a exemplo do termo de conduta de não comprar gado em áreas desmatadas ilegalmente.

Para os trabalhadores a única solução é a organização junto aos sindicatos de luta, como forma de acabar com os desmandos dos patrões que visão única e exclusivamente o lucro, mesmo que custe a vida de seus funcionários.

Compartilhar no facebook
Compartilhe no seu Facebook!
Compartilhar no twitter
Tuite este artigo!
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no telegram
Telegram
Compartilhar no email
Email
Compartilhar no reddit
Reddit
Compartilhar no facebook
Compartilhe
Compartilhar no twitter
Tuite este artigo!
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no email
Compartilhar no reddit
Relacionadas