Acabou o amor: membros do MBL apanham em protesto contra destruição do Museu Nacional

apanhou

Da redação – Membros ainda não identificados do grupo fascista Movimento Brasil Livre (MBL) tiveram a infeliz ideia de comparecer ao grande ato, predominantemente de esquerda, do dia 3 (segunda-feira) na Cinelândia, que aconteceu em protesto pelo catastrófico incêndio no Museu Nacional, ocorrido um dia antes (domingo, 2) no Rio de Janeiro.

O tumulto teria começado após um dos meliantes infiltrados no ato inadvertidamente pedir a palavra para provocar. Um deles usava luvas, possivelmente na expectativa de agredir alguém. Rapidamente, percebeu que a vida real não oferece a mesma segurança que a Internet, momento em que se viu obrigado a enfrentar a fúria dos presentes, onde acabou sendo expelido pela multidão aos gritos de “racista, fascista, não passarão”.

Não há informações sobre o estado de saúde dos direitistas.

Seguem as fotos da multidão revoltada, respondendo aos provocadores fascistas na mesma medida: