Coronavírus se espalha
Abin faz detalhado relatório sobre a grande contaminação entre trabalhadores na empresa e alerta para o risco de paralisação.
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no email
Compartilhar no reddit
Petroleiros
Relatório privilegiado contrasta com falta de informações sobre contaminação entre trabalhadores. | Foto por: divulgação/petrobras

Segundo reportagem do jornal golpista Estado de S. Paulo, a ABIN (Agência Brasileira de Inteligência) investigou a situação da ampla disseminação da pandemia entre os trabalhadores da Petrobrás e fez um reporte, contendo um alerta ao, presidente ilegítimo Jair Bolsonaro.

A Abin teria alertado que pela franca expansão da doença entre os trabalhadores, principalmente das unidades operacionais nos Estado do Rio de Janeiro, haveria um grande risco de uma greve, que paralisaria a distribuição de combustíveis, GLP e gerar impactos econômicos em empresas e indústrias que dependem do setor.

O relatório detalhado, cerca de 950 páginas, feito pela ABIN contrasta com toda a sistemática falta de informações do governo Bolsonaro no trato da pandemia da COVID-19, política que vem sendo tocada também pela direção da Petrobrás, presidida por Roberto Castello Branco, que vem suprimindo as informações de óbitos e infectados na empresa.

Petrobras tem hoje cerca de 990 trabalhadores que tem ou tiveram a Covid-19, sendo que atualmente são 314 afastados, sendo que 172 casos estavam assintomáticos, segundo dados da própria empresa.

Compartilhar no facebook
Compartilhe no seu Facebook!
Compartilhar no twitter
Tuite este artigo!
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no telegram
Telegram
Compartilhar no email
Email
Compartilhar no reddit
Reddit
Compartilhar no facebook
Compartilhe
Compartilhar no twitter
Tuite este artigo!
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no email
Compartilhar no reddit
Relacionadas