Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no email
Compartilhar no reddit
eletrob
|

Da redação – Eletricitários paralisaram as atividades desde terça-feira (28) devido ao prosseguimento da privatização do Sistema Eletrobrás permitido pela suspensão judicial da liminar que impedia o processo.O próximo leilão será realizado no dia 30, data para qual está marcado o Dia Nacional de Luta Contra a Privatização, com participação de trabalhadores de todas as empresas ligadas à Eletrobrás.

No último dia 20, o presidente do Tribunal Superior do Trabalho (TST), ministro Brito Pereira, suspendeu a liminar de segunda instância que barrava o processo de venda das distribuidoras, atendendo pedido da Advocacia-Geral da União (AGU). Com isso, a Companhia de Eletricidade do Acre (Eletroacre), a Centrais Elétricas de Rondônia (Ceron) e a Boa Vista Energia, de Roraima, podem ser vendidas nesta quinta (30). A venda Amazonas Distribuidora de Energia está previsto para 26 de setembro.

“A sociedade brasileira precisa ser alertada do profundo processo de desnacionalização do setor elétrico e da entrega deste patrimônio a grupos estrangeiros da Espanha, Itália e China. Por isso, a paralisação de 72 horas, aliada ao esforço conjunto na esfera política e jurídica, será fundamental nessa luta” disse, em nota, a Federação Nacional dos Urbanitários (FNU).

Contra a política de terra-arrasada do golpe, é fundamental haver mobilização popular, povo nas ruas impondo seu poder contra o Estado burguês, contra o golpe e pela Liberdade de Lula.

Compartilhar no facebook
Compartilhe no seu Facebook!
Compartilhar no twitter
Tuite este artigo!
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no telegram
Telegram
Compartilhar no email
Email
Compartilhar no reddit
Reddit
Compartilhar no facebook
Compartilhe
Compartilhar no twitter
Tuite este artigo!
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no email
Compartilhar no reddit
Relacionadas