Menu da Rede

Antônio Carlos Silva

Liberdade de expressão

Abaixo a censura! Qualquer que seja seu motivo

O ataque ao chargista Renato Aroeira pelo governo Bolsonaro trouxe novamente à tona o debate sobre a liberdade de expressão

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram

Nesses tempos, em que temos no governo federal um elemento fascista, apoiado pelos setores mais reacionários da sociedade, somos obrigados recorrentemente a voltar em temas que são característicos dos momentos mais obscuros da história. Trata-se do problema da censura.

Na segunda-feira, dia 15, o governo fascista de Bolsonaro anunciou que pediria investigação contra uma charge de Renato Aroeira relacionando o presidente com a suástica nazista. O ministro da Justiça, André Luiz Mendonça, pediu que o desenho fosse enquadrado na Lei de Segurança Nacional, da ditadura militar. Durante a semana, houve reação em massa de centenas de chargistas e artistas em apoio a Aroeira.

Está claro que existe um fechamento político do regime golpista. Não é a primeira vez que críticas ao presidente da República são tratadas com ameaças e processos.

É a censura de volta ao país, com força.

O mais interessante é a alegação. Aparentemente, Jair Bolsonaro se sentiu ofendido ao ter sua imagem relacionada ao nazismo e decidiu logo tomar uma atitude nazista e perseguir o autor da charge.

O que dizer dessa alegação além do puro cinismo? A alegação é completamente subjetiva. Bolsonaro não gostou da charge, se sentiu ofendido ou coisa que o valha. E isso o fez atacar frontalmente a liberdade de expressão.

Esse mecanismo, por mais irônico que pareça, é o mesmo alegado pela esquerda pequeno-burguesa, em especial daquela chamada identitária, para censurar os outros. Existe um verdadeiro movimento de pessoas que defendem que a ofensa deve ser punida. Que defenda que um xingamento, um palavrão ou qualquer quer coisa considerada ofensiva seja calada e que portanto a “liberdade de expressão tem limite”.

O que aconteceu com Aroeira deveria servir para que a esquerda acordasse de seu sonho cor de rosa, aquela que acredita que as instituições do Estado burguês deveriam ter poder para censurar.

A lógica é muito simples: se há limites para a liberdade de expressão e portanto existem determinados pensamentos e ideias que deveriam ser censurados, então isso vale para todos.

Na luta política entre Bolsonaro, o Ministério da Justiça, as Forças Armadas de um lado, e a esquerda de outro, advinhem quem terá mais poder para impor esses limites.

Nenhum precedente deve ser aberto para fortalecer a censura. A esquerda que defende essa ideia na realidade não está nada mais do que refletindo o momento obscuro em que vivemos. Os motivos morais podem ser diferentes, mas o sentido político é o mesmo: calar aquele do qual eu não concordo.

Por isso, a arma da esquerda sempre foi a defesa completa e irrestrita da liberdade de expressão, para que todos possam falar. O contrário, retirados os enfeites morais, só pode fortalecer os poderosos, os que realmente têm forças para calar os adversários.

Abaixo a censura!

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram

A você que chegou até aqui,

agradecemos muito por depositar sua confiança no nosso jornalismo e aproveitamos para fazer um pequeno pedido.

O Diário Causa Operária atravessa um momento decisivo para o seu futuro. Vivemos tempos interessantes. Tempos de crise do capitalismo, de acirramento da luta de classes, de polarização política e social. Tempos de pandemia e de política genocida. Tempos de golpe de Estado e de rebelião popular. Tempos em que o fascismo levanta a cabeça e a esquerda revolucionária se desenvolve a olhos vistos. Não é exagero dizer que estamos na antessala de uma luta aberta entre a revolução e a contrarrevolução. 

A burguesia já pressentiu o perigo. As revoltas populares no Equador, na Bolívia e na Colômbia mostraram para onde o continente caminha. Além da repressão pura e simples, uma das armas fundamentais dos grandes capitalistas na luta contra os operários e o povo é a desinformação, a confusão, a falsificação e manipulação dos fatos, quando não a mentira nua e crua. Neste exato momento mesmo, a burguesia se esforça para confundir o panorama diante do início das mobilizações de rua contra Bolsonaro e todos os golpistas. Seus esforços se dirigem a apagar as linhas que separam a direita da esquerda, os golpistas dos lutadores contra o golpe, substituir o vermelho pelo verde e amarelo nas ruas e infiltrar verdadeiros inimigos do povo dentro do movimento popular. O Diário Causa Operária se coloca na linha de frente do enfrentamento contra a burguesia, sua política e suas manobras. 

Diferentemente de outros portais, mesmo os progressistas, você não verá anúncios pagos aqui. Não temos financiamento ou qualquer patrocínio dos grandes capitalistas. Isso porque entre nós e eles existe uma incompatibilidade absoluta — são os nossos inimigos. 

Estamos comprometidos de maneira intransigente com a defesa dos interesses dos trabalhadores, do povo pobre e oprimido. Somos um jornal classista, aberto e gratuito, e queremos continuar assim. Trabalhamos dia e noite para que o DCO cresça, se desenvolva e seja lido pelas amplas massas da população. A independência em relação à burguesia é condição para o sucesso desta empreitada. Mas o apoio financeiro daqueles que entendem a necessidade de uma imprensa vermelha, revolucionária e operária, também o é.  

Se já houve um momento para contribuir com o DCO, este momento é agora. Qualquer contribuição, grande ou pequena, faz tremenda diferença. Apoie o DCO com valores a partir R$ 20,00. Obrigado.

SitesPrincipais
24h a serviço dos trabalhadores

DCO

O jornal da classe operária
Sites Especiais
Blogues
Movimentos
Acabar com a escravidão de fato, não só em palavras
Cultura

Apoie um jornal vermelho, revolucionário e independente

Em tempos em que a burguesia tenta apagar as linhas que separam a direita da esquerda, os golpistas dos lutadores contra o golpe; em tempos em que a burguesia tenta substituir o vermelho pelo verde e amarelo nas ruas e infiltrar verdadeiros inimigos do povo dentro do movimento popular, o Diário Causa Operária se coloca na linha de frente do enfrentamento contra tudo isso. 

Diferentemente de outros portais , mesmo os progressistas, você não verá anúncios de empresas aqui. Não temos financiamento ou qualquer patrocínio dos grandes capitalistas. Isso porque entre nós e eles existe uma incompatibilidade absoluta — são os nossos inimigos. 

Estamos comprometidos incondicionalmente com a defesa dos interesses dos trabalhadores, do povo pobre e oprimido. Somos um jornal classista, aberto e gratuito, e queremos continuar assim. Se já houve um momento para contribuir com o DCO, este momento é agora. ; Qualquer contribuição, grande ou pequena, faz tremenda diferença. Apoie o DCO com doações a partir de R$ 20,00 . Obrigado.

Quero saber mais antes de contribuir

 

Apoie um jornal vermelho, revolucionário e independente

Em tempos em que a burguesia tenta apagar as linhas que separam a direita da esquerda, os golpistas dos lutadores contra o golpe; em tempos em que a burguesia tenta substituir o vermelho pelo verde e amarelo nas ruas e infiltrar verdadeiros inimigos do povo dentro do movimento popular, o Diário Causa Operária se coloca na linha de frente do enfrentamento contra tudo isso. 

Diferentemente de outros portais , mesmo os progressistas, você não verá anúncios de empresas aqui. Não temos financiamento ou qualquer patrocínio dos grandes capitalistas. Isso porque entre nós e eles existe uma incompatibilidade absoluta — são os nossos inimigos. 

Estamos comprometidos incondicionalmente com a defesa dos interesses dos trabalhadores, do povo pobre e oprimido. Somos um jornal classista, aberto e gratuito, e queremos continuar assim. Se já houve um momento para contribuir com o DCO, este momento é agora. ; Qualquer contribuição, grande ou pequena, faz tremenda diferença. Apoie o DCO com doações a partir de R$ 20,00 . Obrigado.

Quero saber mais antes de contribuir

 

Apoie um jornal vermelho, revolucionário e independente

Em tempos em que a burguesia tenta apagar as linhas que separam a direita da esquerda, os golpistas dos lutadores contra o golpe; em tempos em que a burguesia tenta substituir o vermelho pelo verde e amarelo nas ruas e infiltrar verdadeiros inimigos do povo dentro do movimento popular, o Diário Causa Operária se coloca na linha de frente do enfrentamento contra tudo isso. 

Se já houve um momento para contribuir com o DCO, este momento é agora. ; Qualquer contribuição, grande ou pequena, faz tremenda diferença. Apoie o DCO com doações a partir de R$ 20,00 . Obrigado.