Menu da Rede

Em ação criminosa da polícia, dois homens são executados em MG

Victor Assis

Victor Assis

Militante do Partido da Causa Operária desde 2016 e membro do Coletivo de Negros João Cândido. Colunista do Diário e apresentador da Causa Operária TV.

Direito de resposta

A verdadeira resposta de Felipe Neto ao PCO

Espaço cedido ao youtuber para que se defenda das acusações infundadas deste diário

A vítima – Foto: Reprodução

Tem certos momentos na história em que reconhecer os próprios erros é a coisa mais importante para que possamos seguir em frente. Reconciliar-se com quem magoamos no passado e desfazer inimizades é abraçar um futuro de grandes perspectivas. O jornal O Globo, em 2013, reconheceu com simplicidade: “apoio editorial ao golpe de 64 foi um erro”. Hoje, é um pilar da democracia. Para nós, é preciso calçar os chinelos da humildade e reconhecer os nossos grandes erros do passado.

Nosso grande erro se deu após um descuido dominical, quando nosso redator de 62 anos de idade, analfabeto funcional no que diz respeito ao mundo dos vlogs infantis, escreveu uma matéria canalha, difamadora e caluniosa sobre Felipe Neto. Uma matéria que, por mais duro que possamos reconhecer, foi uma tentativa de assassinato de reputação. O artigo, de título “Quem é e de onde veio Felipe Neto”, apresenta um breve histórico sobre o youtuber e o acusa, muito injustamente, de ter pulado numa piscina de Nutella.

Erramos. E não custa admitir. Mas agora é tarde, não há como voltar atrás. Quem fere, logo esquece. Quem é ferido, guarda a ferida para a eternidade. E é justamente com o objetivo de cicatrizar a ferida que oferecemos o nosso jornal, sem a necessidade de qualquer intimidação jurídica, para que Felipe Neto se defenda. Não só se defenda, mas que pise em nossos ossos e no nosso ego, para que o erro jamais se repita.

Fizemos ainda melhor. Escrevemos nós mesmos a resposta do youtuber. Pois, como todo global é muito ocupado, decidimos facilitar sua vida.

Com a palavra, Felipe.

“Felipe Neto tomou banho em uma piscina de Nutella? Felipe Neto tomou banho? NÃO FAZ SENTIDO! [pausa para colocar óculos escuros] Antes de explicar isso para vocês, não esqueça de dar dinheiro para o meu canal. Isso, clica aí no super chat, ô, dona Fátima Bernardes, nunca mais a senhora contratou minha empresa, manda pelo menos um super chat aí!

Meu vídeo hoje é para falar de um artigo criminoso escrito pelo site do Partido da Causa Operária. E eu não estou recebendo nada para falar isso não, é porque eu não aguento mentira. Não aguento! Vocês já viram essa foto do meu cachorrinho peludo? Coloca ai, Bruno, para o pessoal ver.

Pois bem, o PCO está de sacanagem comigo. Esses esquerdopatas falaram que eu sou sócio de João Pedro Paes Leme, ex-diretor da Rede Globo e que eu presto serviços para os globais Giovanna Ewbank, Tino Marcos e Fátima Bernardes. É verdade, mas e daí? Ser sócio da Rede Globo lhe torna um golpista? NÃO FAZ SENTIDO! Esses canalhas falaram também que eu tenho uma empresa com meu irmão, Lucas Neto, que hoje conta com mais de 300 funcionários. Só por causa disso eu sou um burguês safado? NÃO FAZ SENTIDO! Eu posso ter 300 funcionários, mas eu sou funcionário da Rede Globo, por isso não sou patrão. Entenderam? Eu posso prestar serviço para a família Marinho, posso trabalhar para a família Marinho, posso gostar de leão marinho, eu até acho que sou filho bastardo do Roberto Marinho, mas isso não me faz parte da família Marinho!

Esses vagabundos, que em vez de jogar League of Legends no domingo, ficam escrevendo artigos sobre política, ainda disseram que eu fui escolhido pela revista Time como um dos homens do ano de 2020. E só por isso eu sou ligado ao imperialismo? Se for assim, o PCO é um partido imperialista, porque eles são marxistas, e Marx é alemão e a Alemanha é imperialista! Canalhas! A mesma coisa eu digo sobre o meu prêmio na IstoÉ. Se eu perguntei QuantoÉ e eu paguei o valor que eles pediram, trata-se de uma transação legal.

Eles falam várias outras coisas que são verdade, mas que não têm importância. Mandei a Dilma tomar no c*, e hoje me arrependo, porque esse negócio de bolsonarista não está dando muito dinheiro. Hoje, para quem me manda tomar no c*, eu falo “delícia”. E eu não apoio Bolsonaro. Veja meus vídeos! E não tem nada a ver com minhas relações com esse tal de “imperialismo”. É só que eu tenho uma ideologia bolso-globista, e não puramente bolsonarista.

Tudo bem, vendo assim eu reconheço que o PCO falou várias coisas certas. Mas isso só torna a coisa toda pior. Só os torna mais malévolos, verdadeiros maquiavélicos. Esquerdopatas! Eles falaram essas verdades para que ninguém note o verdadeiro objetivo da matéria: DIZER QUE EU ENTREI EM UMA PISCINA DE NUTELLA!

O mundo inteiro sabe que eu não fiz isso. De uns anos para cá, anunciei que me tornei vegano, uma estratégia para vender mais. E Nutella rouba o leite das pobres vacas. Banho de Nutella não é comigo. Tudo o que fiz foi fazer um vídeo enquanto meu funcionário-irmão entrava na banheira de Nutella. É para isso, inclusive, que servem os irmãos e os funcionários: para fazer aquilo que você não quer ou não pode fazer. Foi assim desde que éramos crianças, inclusive.

Mas é isso, pessoal. NÃO TOMEI BANHO DE NUTELLA!”

Felipe Neto teve a oportunidade de se defender. Mas não respondeu nada. Só tornou a história do assassino e do papagaio verdadeira. Reza a lenda que um homem, ao ser acusado de assassinar 15 pessoas e um papagaio, protestou: “eu não matei papagaio nenhum”. Como jornalistas honrados, corrijamos, então nossa matéria. Não foi Felipe Neto I que entrou na banheira, foi Felipe Neto II. Ou não foi uma piscina de Nutella que Felipe Neto entrou, mas sim em uma piscina de excrementos chamada Rede Globo.

PS.: esse artigo é uma ficção. Apenas fizemos um favor para Felipe Neto, para dizer tudo aquilo que ele não conseguiu. É importante deixar isso claro, já que neste mundo de hoje é fácil processar um jornal por “fake news”. Isto é, que pessoas ligadas à Globo processem aqueles que falem a verdade e denunciem que elas são ligadas à Globo.

A você que chegou até aqui,

agradecemos muito por depositar sua confiança no nosso jornalismo e aproveitamos para fazer um pequeno pedido.

O Diário Causa Operária atravessa um momento decisivo para o seu futuro. Vivemos tempos interessantes. Tempos de crise do capitalismo, de acirramento da luta de classes, de polarização política e social. Tempos de pandemia e de política genocida. Tempos de golpe de Estado e de rebelião popular. Tempos em que o fascismo levanta a cabeça e a esquerda revolucionária se desenvolve a olhos vistos. Não é exagero dizer que estamos na antessala de uma luta aberta entre a revolução e a contrarrevolução. 

A burguesia já pressentiu o perigo. As revoltas populares no Equador, na Bolívia e na Colômbia mostraram para onde o continente caminha. Além da repressão pura e simples, uma das armas fundamentais dos grandes capitalistas na luta contra os operários e o povo é a desinformação, a confusão, a falsificação e manipulação dos fatos, quando não a mentira nua e crua. Neste exato momento mesmo, a burguesia se esforça para confundir o panorama diante do início das mobilizações de rua contra Bolsonaro e todos os golpistas. Seus esforços se dirigem a apagar as linhas que separam a direita da esquerda, os golpistas dos lutadores contra o golpe, substituir o vermelho pelo verde e amarelo nas ruas e infiltrar verdadeiros inimigos do povo dentro do movimento popular. O Diário Causa Operária se coloca na linha de frente do enfrentamento contra a burguesia, sua política e suas manobras. 

Diferentemente de outros portais, mesmo os progressistas, você não verá anúncios pagos aqui. Não temos financiamento ou qualquer patrocínio dos grandes capitalistas. Isso porque entre nós e eles existe uma incompatibilidade absoluta — são os nossos inimigos. 

Estamos comprometidos de maneira intransigente com a defesa dos interesses dos trabalhadores, do povo pobre e oprimido. Somos um jornal classista, aberto e gratuito, e queremos continuar assim. Trabalhamos dia e noite para que o DCO cresça, se desenvolva e seja lido pelas amplas massas da população. A independência em relação à burguesia é condição para o sucesso desta empreitada. Mas o apoio financeiro daqueles que entendem a necessidade de uma imprensa vermelha, revolucionária e operária, também o é.  

Se já houve um momento para contribuir com o DCO, este momento é agora. Qualquer contribuição, grande ou pequena, faz tremenda diferença. Apoie o DCO com valores a partir R$ 20,00. Obrigado.

SitesPrincipais
24h a serviço dos trabalhadores
O jornal da classe operária
Sites Especiais
Blogues
Movimentos
Acabar com a escravidão de fato, não só em palavras
Cultura

Apoie um jornal vermelho, revolucionário e independente

Em tempos em que a burguesia tenta apagar as linhas que separam a direita da esquerda, os golpistas dos lutadores contra o golpe; em tempos em que a burguesia tenta substituir o vermelho pelo verde e amarelo nas ruas e infiltrar verdadeiros inimigos do povo dentro do movimento popular, o Diário Causa Operária se coloca na linha de frente do enfrentamento contra tudo isso. 

Diferentemente de outros portais , mesmo os progressistas, você não verá anúncios de empresas aqui. Não temos financiamento ou qualquer patrocínio dos grandes capitalistas. Isso porque entre nós e eles existe uma incompatibilidade absoluta — são os nossos inimigos. 

Estamos comprometidos incondicionalmente com a defesa dos interesses dos trabalhadores, do povo pobre e oprimido. Somos um jornal classista, aberto e gratuito, e queremos continuar assim. Se já houve um momento para contribuir com o DCO, este momento é agora. ; Qualquer contribuição, grande ou pequena, faz tremenda diferença. Apoie o DCO com doações a partir de R$ 20,00 . Obrigado.

Quero saber mais antes de contribuir

 

Apoie um jornal vermelho, revolucionário e independente

Em tempos em que a burguesia tenta apagar as linhas que separam a direita da esquerda, os golpistas dos lutadores contra o golpe; em tempos em que a burguesia tenta substituir o vermelho pelo verde e amarelo nas ruas e infiltrar verdadeiros inimigos do povo dentro do movimento popular, o Diário Causa Operária se coloca na linha de frente do enfrentamento contra tudo isso. 

Diferentemente de outros portais , mesmo os progressistas, você não verá anúncios de empresas aqui. Não temos financiamento ou qualquer patrocínio dos grandes capitalistas. Isso porque entre nós e eles existe uma incompatibilidade absoluta — são os nossos inimigos. 

Estamos comprometidos incondicionalmente com a defesa dos interesses dos trabalhadores, do povo pobre e oprimido. Somos um jornal classista, aberto e gratuito, e queremos continuar assim. Se já houve um momento para contribuir com o DCO, este momento é agora. ; Qualquer contribuição, grande ou pequena, faz tremenda diferença. Apoie o DCO com doações a partir de R$ 20,00 . Obrigado.

Quero saber mais antes de contribuir

 

Apoie um jornal vermelho, revolucionário e independente

Em tempos em que a burguesia tenta apagar as linhas que separam a direita da esquerda, os golpistas dos lutadores contra o golpe; em tempos em que a burguesia tenta substituir o vermelho pelo verde e amarelo nas ruas e infiltrar verdadeiros inimigos do povo dentro do movimento popular, o Diário Causa Operária se coloca na linha de frente do enfrentamento contra tudo isso. 

Se já houve um momento para contribuir com o DCO, este momento é agora. ; Qualquer contribuição, grande ou pequena, faz tremenda diferença. Apoie o DCO com doações a partir de R$ 20,00 . Obrigado.