Demissões em massa na pandemia
Governador autoriza empresas a aumentar a exclusão e demissão de cobradores, utilizando a pandemia como argumento fajuto.
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no email
Compartilhar no reddit
Ônibus - Recife
Terminal Integrado do Barro, Recife em Maio de 2020. | Foto por: Tião Siqueira

O governador de Pernambuco, Paulo Câmara, autorizou as empresas de Transporte coletivo do Estado a demitirem em massa cobradores, permitindo que os ônibus rodem somente com o motorista em toda a região metropolitana do Recife.

O argumento, como sempre, foi o da crise provocada pela pandemia que reduziu a demanda no setor. Porém, no primeiro semestre de 2019 cerca de 15% das linhas já estavam circulando sem cobrador, desde então o percentual vem subindo, assim como as demissões, acelerando nos últimos meses marcados pela pandemia do coronavírus.

O que deixa claro que, demitir os trabalhadores é uma escolha dos empresários, que querem desde sempre reduzir custos e aumentar os lucros, às custas dos trabalhadores e são apoiados pelos governantes.

Compartilhar no facebook
Compartilhe no seu Facebook!
Compartilhar no twitter
Tuite este artigo!
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no telegram
Telegram
Compartilhar no email
Email
Compartilhar no reddit
Reddit
Compartilhar no facebook
Compartilhe
Compartilhar no twitter
Tuite este artigo!
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no email
Compartilhar no reddit
Relacionadas