Defesa de talentos no Futebol
Para garantir que um jovem talento de 15 anos não saia do clube antes do momento desejado, Tricolor de Laranjeira vai integra-lo ao elenco principal.
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no email
Compartilhar no reddit
50215393676_03e478c8cb_k
O jovem Artur logo vai estar junto com os seus ídolos no CT Carlos Castilho | Foto Lucas Merçon/ Fluminense F C site Foto Publica

A busca incessante de transformar o talento da juventude da classe trabalhadora em lucro imediato para os capitalistas do futebol provoca que muitos destes jovens partam para o exterior o mais cedo possível sem que nós brasileiros possamos apreciar suas habilidades ou então os clubes formadores precisam queimar etapas na formação dos atletas, pulando categorias intermediárias para integra-lo no elenco profissional.

O Caso de Arthur Wenderroscky, jovem rapaz de 15 anos oriundo de Nova Friburgo, cidade serrana fluminense, é um exemplo claro da segunda opção. Tratado como joia pela imprensa esportiva burguesa o que demonstra sua transformação em mercadoria rara.

Quando tomamos o conhecimento da carreira deste meia que chegou na base do Fluminense no distrito de Xerém em 2015 reconhecemos que ele tem todo o potencial para resolver partidas. De acordo com a reportagem de Paula Carvalho e Thiago Lima do site globoesporte.com ele marcou 96 gols em 128 jogos pelo Fluminense na base tricolor e foi o camisa 10 da seleção brasileira sub15 no Sul-America no Paraguai quando tinha 14 anos. Quem se interessar em ver lances espetaculares do garoto pode acessar o seu instagram Arthur_Wenderroscky. Não vai se arrepender.

Por tudo isto o diretor executivo Paulo Angioni propôs um pré-contrato seis meses antes de ele completar 16 anos. Idade mínima para assinar um contrato profissional pelas regras da FIFA. Antes no inicio do ano passado o estafe do jogado representado pelo empresário Rodrigo Pitta, filho do famoso Reinaldo Pitta, primeiro empresário do Ronaldo Fenômeno, tinha concordado com um contrato de formação com o clube tricolor de quatro anos, uma forma de proteção para evitar a transferência não consensual para outro clube. Seu empresário afirma ter recusado três propostas do exterior para leva-lo embora

O atual pré-contrato na forma de um estágio possibilita que em fevereiro de 2021 ele assine o seu primeiro contrato profissional e a realização de um sonho visto que nos próximos dias ele passará a treinar com o elenco profissional e sub23 no CT Carlos Castilho.  Artur vai poder conviver com os seus ídolos como Fred, Nenê entre outros.

Todas estas manobras jurídicas são tentativas que para evitar que os grandes clubes europeus levam jovens talentos futebolísticos brasileiros para poder ser considerados clubes formadores de jogadores e se beneficiarem de futuras negociações dos jogadores que podem render até cinco % da transação mesmo que o clube não esteja envolvido.  Além disso, os clubes estrangeiros na sua maioria europeus vão pagar menos por uma promessa promissora do que um jogador que completou sua formação e está plenamente adaptado ao futebol profissional.

Por fim, esta pressão sobre os jovens jogadores se torna uma ataque ao estilo do futebol brasileiro caracterizado por uma alta capacidade de improviso, intuição e eficácia na arte de fazer gols como se comprova ao ver Garrincha, Pelé, Zico, Romário, Ronaldo, Rivaldo, Ronaldinho Gaúcho, Kaká e agora Neymar jogarem, pois indo tão jovens acabam se submetendo aos esquemas táticos europeus sem ter desenvolvido todo seu potencial sendo que alguns acabam até jogando por outras seleções nacionais.

Uma forma de proteger estes talentos é fortalecer a participação da torcida na condução dos clubes visto que a torcida quer ver o seu time com os melhores jogadores e disputando campeonatos. Torcida não é acionista para ficar avaliando balancete financeiro do clube.

Compartilhar no facebook
Compartilhe no seu Facebook!
Compartilhar no twitter
Tuite este artigo!
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no telegram
Telegram
Compartilhar no email
Email
Compartilhar no reddit
Reddit
Compartilhar no facebook
Compartilhe
Compartilhar no twitter
Tuite este artigo!
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no email
Compartilhar no reddit
Relacionadas