Fim das policias
Na tarde do domingo passado dia 23 de agosto, Jacob Blake, um homem negro foi alvejado com sete tiros nas costas pela polícia de Kenosha
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no email
Compartilhar no reddit
25ago2020 - -familiares-de-jacob-blake-que-foi-baleado-por-policiais-diante-dos-filhos-caminham-de-maos-dadas-em-protesto-contra-a-acao-policial-1598436397727_v2_900x506
Familiares de Jacob Blake, caminham de mãos dadas em protesto contra a ação policial, 25/08/2020 | Foto: Kamil Krzaczynski/AFP

Na tarde do domingo passado dia 23 de agosto, Jacob Blake, um homem negro foi alvejado com sete tiros nas costas pela polícia de Kenosha estado de Wisconsin nos Estados Unidos da América (EUA). Um policial teria segurado Blake pela camiseta em frente a porta de seu carro e disparado sete tiros nas costas dele na frente de 3 dos seus 6 filhos, que estavam dentro do carro aguardando o pai e assistiram a tudo.

A polícia teria sido chamada ao local para atender uma ocorrência de incidente doméstico, já Blake teria parado o carro para tentar apartar uma briga entre duas mulheres no local segundo a própria Divisão de Investigação Criminal do Departamento de Justiça de Wisconsin, os agentes ao chegarem no local, teriam atingido Blake com uma arma taser (arma de choque), após ser atingido Blake teria se direcionado ao seu veículo aberto a porta do lado motorista quando um policial teria segurado sua camiseta e teria disparado sete tiros em suas costas à queima-roupa.

Os ataques geraram uma nova onda de protestos pelos pais, não por coincidência um supremacista branco com a cobertura da polícia assassinou dois protestantes negros na mesma cidade de Kenosha. Blake segue hospitalizado no Hospital Froedtert, em Milwaukee, algemado ao leito mesmo estando paraplégico (não se saber se a lesão será permanente), preso sob acusação desconhecida. Situação que teria levado seu pai a questionar “Ele não pode ir a lugar nenhum. Por que você o algema na cama?”

Há um vídeo da testemunha Raysean White “Depois de baterem nele na costela, a policial usou o taser contra ele e Jacob meio que se inclinou em direção ao carro. Eles o seguraram e o levaram para atrás do veículo. Quando estavam do outro lado do carro, no chão, peguei minha câmera e comecei a gravar.”

Os dois policiais que teria seguido Blake, inclusive Rusten Sheskey que seria o autor dos disparos foram colocados sob licença administrativa, mas não sofreram qualquer punição. Os policiais de Kenosha não usam câmeras instaladas nos uniformes, mas seus veículos contam com câmeras de painel, entretanto nenhuma imagem oficial foi divulgada até o momento.

A orientação das polícias norte americanas é basicamente a mesma orientação do tipo fascista das polícias brasileiras. Seus comportamento homicida com negros e pobres tem bastantes similaridades. Esse fenômeno se dá por essas polícias serem as manifestações armadas do estados da classe burguesa.

É necessária a luta pela imediata dissolução das polícias no Brasil e nos EUA, bem como pelo fim dos regimes políticos burgueses. No Brasil é vergonhosa a existência das assassinas Polícias Militares, que impõem mais vítimas a classe trabalhadora que muitos conflitos armados. São urgentes as palavras de ordem Fora Bolsonaro no Brasil e de um partido operário no EUA.

Compartilhar no facebook
Compartilhe no seu Facebook!
Compartilhar no twitter
Tuite este artigo!
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no telegram
Telegram
Compartilhar no email
Email
Compartilhar no reddit
Reddit
Compartilhar no facebook
Compartilhe
Compartilhar no twitter
Tuite este artigo!
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no email
Compartilhar no reddit
Relacionadas