Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no email
Compartilhar no reddit
analise política
|

A polarização política é um deslocamento para os extremos da situação política, antes sob domínio de setores fundamentais da burguesia, que conseguiram estabelecer um equilíbrio político. Então, dizer que há uma polarização significa dizer que o centro está desmoronando gradativamente, até perder seu poder de atração.

Deixemos claro, no entanto, que não há uma isonomia dentro da polarização. Antes, ela implica a existência de um polo ativo e outro passivo. O polo ativo é o da mobilização popular, que, ao desenvolver-se, esvazia os partidos de centro e se faz a situação se deslocar para a esquerda. O polo passivo seria aquele que se organiza à medida em que a população se mobiliza. Esse polo é a extrema-direita.

Entendemos, assim, que a polarização é sempre um movimento das massas à esquerda, por isso é um movimento revolucionário, quando se desenvolve plenamente. Em resposta a esse movimento, a burguesia organiza o lado oposto, que é um polo bem mais artificial do que o esquerdo.

É nesse sentido que entendemos a polarização não como uma coisa ruim, como a apresentam a direita e alguns partidos da esquerda pequeno-burguesa. A polarização política descreve esse movimento da população em resposta aos ataques da direita às suas condições de vida e que leva ao desmoronamento do centro político. Acontece que esse movimento se dá sempre para a esquerda e a extrema-direita, devemos repetir, reage a esse movimento para impedir que se desenvolva ao ponto de a revolução ter lugar.

Esse foi um dos temas tratados na Análise Política da Semana do dia 18 de agosto de 2018, por Rui Costa Pimenta. Abaixo Seguem os links o áudio (Rádio Causa Operária) e para o vídeo (TV Causa Operária), com a transcrição dos trechos sobre a Polarização Política:

https://soundcloud.com/radiocausaoperaria/4-a-polarizac-a-o-poli-tica-e?in=radiocausaoperaria/sets/momentos-da-analise-politica-4

 

Transcrição:

“Vários candidatos têm chamado a atenção para um fenômeno decisivo que está por trás desse problema da candidatura do Lula que é a Polarização Política.  Uma coisa interessante é que a expressão polarização política, que é muito usada por nós, ela está na boca de toda a direita, não da esquerda. O radar da esquerda não conseguiu registrar o problema da polarização política, mas a direita sim conseguiu registrar. Ciro Gomes falou que tinha que acabar com a polarização política, os grandes jornais todos falaram que precisava acabar com a polarização política, o Alckmin declarou, como candidato, que ele é o candidato para acabar com a polarização política e tudo mais.

A polarização política, como nós sabemos, ou seja, o fato de que a sociedade acaba sendo atraída do centro político para os polos extremos é um fenômeno de características revolucionárias, se ele se desenvolve plenamente, e nós temos que acrescentar, como temos assinalado também de maneira muito sistemática, e a burguesia consciente disso, que a polarização política, na realidade, não é um simples movimento de iguais proporções para os dois lados. A polarização política, a origem dela, na verdade, é o crescimento do polo esquerdo que obriga o polo direito a se organizar para fazer frente a esse crescimento da esquerda.

O que é esse crescimento do polo esquerdo? Um deslocamento de forças, e da população em geral, para a esquerda, que é o que está acontecendo e que se expressa, se reflete, na candidatura do Lula.

E esse é o fenômeno predominante no momento. Nós temos aí, então, a questão central, uma situação em que a relação de forças torna-se cada vez mais favorável para a esquerda e, portanto, é uma questão fundamental definir a política que deve guiar a luta nessas condições.”

 

 

Compartilhar no facebook
Compartilhe no seu Facebook!
Compartilhar no twitter
Tuite este artigo!
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no telegram
Telegram
Compartilhar no email
Email
Compartilhar no reddit
Reddit
Compartilhar no facebook
Compartilhe
Compartilhar no twitter
Tuite este artigo!
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no email
Compartilhar no reddit
Relacionadas