A mando dos golpistas Raquel Dodge tenta colocar José Dirceu de novo na cadeia

dodge

Da redação – A procuradora-geral da República, a golpista Raquel Dodge, recorreu, na segunda-feira (30), da decisão do Supremo Tribunal Federal (STF) de conceder habeas corpus ao ex-ministro José Dirceu, uma das lideranças petistas mais perseguidas pelo golpe de Estado.

Dirceu foi condenado em segunda instância a 30 anos de prisão por um crime cujas provas não conseguiram apresentar, como parte do roteiro golpista de eliminar do cenário político todas as lideranças do partido que pode atrapalhar minimamente a entrega do País ao estrangeiro, o Partido dos Trabalhadores (PT). No entanto, a Segunda Turma do STF concedeu a Dirceu direito de aguardar em liberdade o trânsito em julgado do processo contra ele.

Dessa maneira, a Procuradoria-Geral da República, que é totalmente alinhada ao golpe, alegou que há vícios na ação penal do habeas corpus, defendendo que seja anulada e que Dirceu seja preso novamente.

O golpe de Estado visa liquidar qualquer garantia democrática existente, passando por cima de todos os direitos que estabelecem um limite de atuação do Estado contra a população. Diante disso, fica claro que somente o povo nas ruas, lutando contra o golpe de Estado, pode defender seus direitos.