Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no email
Compartilhar no reddit
_IDA8778.JPG BRASILIA BSB DF  DF 20 09 2017  NACIONAL   RAQUEL DODGE/STF  A Procuradora Geral da Republica, Raquel Dodge participa da sua primeira sessao no plenario do Supremo Tribunal Federal, em Brasilia. Sessao discute julgamento do recurso apresentado pela defesa do presidente Michel Temer que pede que a PGR seja impedida de apresentar uma segunda denuncia enquanto n‹o for avaliada a validade das provas da delação da JBS.FOTO:DIDA SAMPAIO/ESTADAO
|

Da redação – A procuradora-geral da República, a golpista Raquel Dodge, recorreu, na segunda-feira (30), da decisão do Supremo Tribunal Federal (STF) de conceder habeas corpus ao ex-ministro José Dirceu, uma das lideranças petistas mais perseguidas pelo golpe de Estado.

Dirceu foi condenado em segunda instância a 30 anos de prisão por um crime cujas provas não conseguiram apresentar, como parte do roteiro golpista de eliminar do cenário político todas as lideranças do partido que pode atrapalhar minimamente a entrega do País ao estrangeiro, o Partido dos Trabalhadores (PT). No entanto, a Segunda Turma do STF concedeu a Dirceu direito de aguardar em liberdade o trânsito em julgado do processo contra ele.

Dessa maneira, a Procuradoria-Geral da República, que é totalmente alinhada ao golpe, alegou que há vícios na ação penal do habeas corpus, defendendo que seja anulada e que Dirceu seja preso novamente.

O golpe de Estado visa liquidar qualquer garantia democrática existente, passando por cima de todos os direitos que estabelecem um limite de atuação do Estado contra a população. Diante disso, fica claro que somente o povo nas ruas, lutando contra o golpe de Estado, pode defender seus direitos.

Compartilhar no facebook
Compartilhe no seu Facebook!
Compartilhar no twitter
Tuite este artigo!
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no telegram
Telegram
Compartilhar no email
Email
Compartilhar no reddit
Reddit
Compartilhar no facebook
Compartilhe
Compartilhar no twitter
Tuite este artigo!
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no email
Compartilhar no reddit
Relacionadas