Amanhã vai ser outro dia
50 anos depois o que ainda faz da canção popular é o tom de enfrentamento, a expressão da vontade do povo que antes e agora não apoiam os fascistas inimigos da classe trabalhadora.
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no email
Compartilhar no reddit
apesar de você
Faixa com letra de Chico Buarque em protesto contra a ditadura. Foto: Reprodução |
Neste ano, a canção Apesar de você, composta por Chico Buarque de Hollanda em 1970 contra o regime militar, completa 50 anos. Embora escrita em 1970, foi em 1964 que teve início a ditadura militar brasileira com o golpe militar que derrubou João Goulart. O regime instaurado possuía características fascistas, pregava o combate à “ameaça comunista” e ficou bastante marcado por práticas como censura, tortura e perseguição.
O período de maior repressão pelo regime militar, no entanto, se deu a partir de 1968, com a criação do AI-5 em resposta às greves operárias e movimentos estudantis que tomavam as ruas contra o regime. O AI-5 dentre outras coisas deu o poder de cassar mandatos de políticos, fechar o Congresso, suspender o habeas corpus e impor censura prévia à imprensa e à cultura. Foi em meio aos anos de chumbo da ditadura que Chico Buarque, exilado na Itália havia mais de um ano, voltou ao Brasil por ter sido informado que a situação estava melhor. Ao chegar se deparou com um regime ainda mais fechado, e sua irresignação resultou na canção Apesar de você, que embora tivesse críticas e ameaças não tão disfarçadas à ditadura, não foi vetada pela censura.
A letra da música inicia retratando o despotismo do regime que não aceitava oposições : Hoje você é quem manda / falou, tá falado / não tem discussão, não. Como o regime era imposição da vontade do imperialismo e da direita, inimigos do povo e da classe trabalhadora e por tanto extremamente impopular, para conter qualquer movimento contrario, perseguia, interrogava, prendia, torturava e matava. Na letra de Chico Buarque isso é retratado pela forma que as pessoas precisavam se esconder, disfarçar seus pensamentos: A minha gente hoje anda / falando de lado e olhando pro chão. 
Por outro lado, a canção também traz um tom de otimismo e disposição ao enfrentamento com os militares: Apesar de você / amanhã há de ser outro dia / eu pergunto a você onde vai se esconder / da enorme euforia? Ou ainda: Quando chegar o momento / esse meu sofrimento / vou cobrar com juros. Sendo assim, ao invés de ser derrotista, a canção demonstra a fragilidade do regime e praticamente chama o povo a não se conformar, porque apesar de controlarem o estado e terem poder institucional, em algum momento, o regime seria derrubado pela insatisfação popular. Muito provavelmente o sucesso da música se deve a este apelo, foram vendidas quase 100 mil cópias, tocava frequentem nas rádios e era cantada em todos os cantos do país.
A popularidade da música chamou a atenção do Estado e eles então se deram conta do que se tratava a letra, por isso foi censurada, os discos recolhidos, a gravadora foi invadida e os discos que estavam lá foram destruídos. Muitas pessoas também foram interrogadas, incluindo o próprio Chico Buarque, que perguntado sobre quem seria “você” de que se refere a música, teria respondido em tom de sarcasmo que era uma mulher muito mandona, muito autoritária. Depois desse episódio, as musicas de Chico Buarque passaram a ser prontamente censuradas.
Não por acaso Apesar de você, no ano em que completa 50 anos, é amplamente usada contra o governo fascista de Jair Bolsonaro, é possível ouvi-la em protestos, greves, etc. Além das semelhanças que o governo atual compartilha com o regime militar e por flertar com a ditadura, o que ainda faz a musica ser popular é o tom de enfrentamento, a expressão da vontade do povo que assim como não aprovavam a ditadura de 1964, também não apoiam o governo Bolsonaro, por se tratarem de verdadeiros inimigos do povo e da classe trabalhadora.
Compartilhar no facebook
Compartilhe no seu Facebook!
Compartilhar no twitter
Tuite este artigo!
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no telegram
Telegram
Compartilhar no email
Email
Compartilhar no reddit
Reddit
Compartilhar no facebook
Compartilhe
Compartilhar no twitter
Tuite este artigo!
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no email
Compartilhar no reddit
Relacionadas