Organização popular
Nesta semana o conselho entregará na prefeitura de Curitiba e demais órgãos públicos uma carta exigindo que as reivindicações dos moradores sejam atendidas em uma semana
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no email
Compartilhar no reddit
formação dos conselhos populares
1ª reunião de formação do Conselho Popular de Saúde do Boqueirão, em Curitiba. Arquivo DCO 2020 |

No último dia 12 foi formado o Conselho Popular de Saúde do Boqueirão, em Curitiba. Com o objetivo de mobilizar os trabalhadores para reivindicar do poder público o cumprimento imediato de todas as necessidades da população, sobretudo para enfrentar o coronavírus, o conselho chama os moradores a não terem nenhuma confiança nos governos.

Isso porque os governos ilegítimos, do prefeito de Curitiba, Rafael Greca (DEM), do governador do Paraná, Ratinho Jr. (PSD) e do presidente do país, Bolsonaro (sem partido), sistematicamente descumprem direitos básicos da população. Em plena pandemia promoveram desemprego e miséria em massa e propagaram que a população deveria ficar em casa, sem água, sem luz, com ameaça de despejo e sem comida!

Neste momento, com uma nova orientação dos capitalistas, forçam a reabertura do comércio e da indústria, lançando os trabalhadores a se infectarem massivamente com o coronavírus, considerando que é preciso salvar a economia, ainda que isso seja em detrimento da vida de milhares de trabalhadores.

A iniciativa, de militantes do Partido da Causa Operária (PCO), portanto é para organizar a população do bairro para enfrentar a pandemia do coronavírus na capital paranaense, agrupando os moradores em torno de uma série de reivindicações que são muito comuns e muito graves neste momento.

O conselho foi formado após alguns domingos de atividade no bairro e contou com a participação de 20 pessoas, sendo a maioria imigrantes haitianos. Entre as primeiras tarefas, foi definido obter as informações das famílias dos imigrantes e tomar conhecimento de todos os direitos que deveriam ter acesso e que estão sendo impedidos de acessarem, como o caso do Bolsa Família, Família Paraná e do auxílio (esmola) de 600,00 do governo federal, em que a maior parte sequer conseguiu se cadastrar.

Na quarta (15), o trabalho foi retomado e neste domingo (19), ocorreu a segunda reunião do conselho. Com mais de 50 pessoas cadastradas, os moradores discutiram como está a situação atual e como as reivindicações deveriam ser organizadas. Assim, ficou definido continuar ou inciar as seguintes tarefas:

Visitar as casas fazendo o cadastro das pessoas para identificar as necessidades mais urgentes de cada família, da alimentação a saúde, passando pelo desemprego e a moradia;

Listar todos os benefícios que a população tem direito: auxílio 600,00, Bolsa Família, Família; Paraná, benefícios prefeitura e outros);

Identificar quanto tempo vai durar a alimentação das famílias;

Identificar as condições de higiene das famílias;

Identificar a situação de atrasos de aluguel, água, luz e do fornecimento destes dois últimos;

Identificar a situação de emprego e estudo dos moradores;

Identificar qual o nível de acesso à informação (se há internet, televisão, etc);

Identificar a situação da cidadania dos imigrantes;

Para cada problema identificado, dirigir uma reivindicação ao poder público que exija a solução imediata do problema.

Por exemplo para os benefícios que a população tem direito, exigir o direito de receberem todos, sem precisar optar entre um ou outro.

Sobre a alimentação, exigir que a prefeitura dê uma cesta básica por semana para todas as famílias e assim por diante.

Por fim, a segunda reunião definiu como atividade desta semana entregar na prefeitura de Curitiba e demais órgãos públicos, a carta com a lista das reivindicações dos moradores do bairro, estipulando o prazo de uma semana para a prefeitura e os órgãos correspondentes atenderem todas as reivindicações.

Compartilhar no facebook
Compartilhe no seu Facebook!
Compartilhar no twitter
Tuite este artigo!
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no telegram
Telegram
Compartilhar no email
Email
Compartilhar no reddit
Reddit
Compartilhar no facebook
Compartilhe
Compartilhar no twitter
Tuite este artigo!
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no email
Compartilhar no reddit
Relacionadas