Falencia econômica nacional
Sem nenhuma perspectiva de crescimento econômico, Paulo Guedes quer enganar o povo com teoria mirabolante

Por: Redação do Diário Causa Operária

Segundo o representante maior do capital financeiro internacional que comanda hoje o ministério da economia, Paulo Guedes, a economia brasileira está se recuperando em “V”. Essa terminologia dos economistas significa um crescimento acelerado do produto interno bruto (PIB) após uma queda brusca. No entanto, a mentira cínica do fiador do governo bolsonaro não tardou a ser desmascarada.

Nessa quarta feira (3) o IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística) divulgou o resultado da evolução do PIB no ultimo trimestre de 2020, e embora tenha havido um crescimento de 3,2% em relação ao trimestre anterior, houve uma queda de 4,1% em relação ao ano anterior e o país registrou a maior queda de PIB desde o pavoroso governo Collor.

A queda se dá principalmente pelo fim do auxílio emergencial e pela total incapacidade do governo de lidar com  a epidemia do corona vírus no Brasil, deixando pequenas empresas quebrarem, suspendendo contratos, e deixando a população sem nenhuma possibilidade se não arriscar suas vidas para tentar conseguir sustentar suas famílias.

Para manter a base de apoio do mercado ao governo, a propaganda oficial é que a evolução do PIB se dá em “V”, ou seja, na teoria o investimento que o governo supostamente fez no combate a pandemia daria resultados acelerados na recuperação da economia do país, embora não haja nenhum indício de que isso efetivamente está ocorrendo ou venha a ocorrer no próximo período.

A verdade é que o país enfrenta uma gigantesca crise sanitária com mais de 1700 pessoas morrendo por dia, preço dos alimentos disparando a cada dia, gasolina passando os R$5 em todas as capitais, e finalmente, a população mais necessitada vendo o auxílio emergencial se acabar no momento em que a pandemia está mais descontrolada que nunca. Obviamente não existe a menor chance de uma recuperação acelerada da economia nesse cenário de tragédia social, mas mesmo assim, a imprensa burguesa dá espaço às mentiras do governo federal.

No momento, não há nenhum sinal de início da vacinação em massa, medida fundamental que poderia pôr fim a estagnação econômica por conta da pandemia. Ontem, o governo Bolsonaro inclusive vetou a compra de vacina por prefeitos e governadores, por motivos puramente eleitorais.

Mesmo com vontade de posar de bons e científicos moços, os golpistas não querem acelerar a vacinação, e o povo seguirá observando atônito a completa inoperância do governo federal enquanto vê o custo de vida atingir patamares inacreditáveis, e, por outro lado, as organizações da classe trabalhadora insistem em não impulsionar as mobilizações necessárias para pressionar o governo a vacinar a população: de massas e nas ruas.

Não adianta mais tentar enganar ninguém, a carestia já atingiu a imensa maioria das famílias brasileiras e a situação visivelmente só tende a piorar. É necessário sair às ruas pelas reivindicações da classe trabalhadora e contra o golpe. É necessário exigir a vacinação em massa urgentemente, fora bolsonaro e todos os golpistas, a anulação dos processos contra o ex-presidente Lula, novas eleições com Lula candidato e Lula presidente!

Send this to a friend