Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no email
Compartilhar no reddit
_IDA7843.JPG  BRASILIA  BSB DF  31/08/2016 POLITICA / NACIONAL IMPEACHMENT/SENADO/JULGAMENTO FINAL    Sessão final de julgamento do Processo de Impeachment da Presidente afastada, Dilma Rousseff, conduzido pelo presidente do Supremo Tribunal Federal (STF), Ricardo Lewandowski no Senado Federal em Brasilia - na foto Senadora Ana Amelia    Foto:  DIDA SAMPAIO / ESTADAO
|

A escolha da senadora golpista gaúcha Ana Amélia do Partido Progressistas (PP), revela o controle da extrema-direita pelos setores centrais da direita nacional, chamado pela imprensa golpista de “centro”.

A presença na chapa do PSDB da senadora gaúcha, representante dos ruralistas, ou seja, de alas extremamente conservadoras e violentas da direita, é uma forma de Alckmin, candidato oficial dos golpistas, consolidar apoio entre tais setores, que até o momento, concentram parte do seu apoio no candidato do Partido Social Liberal (PSL), Jair Bolsonaro.

Os próprios analistas do PSDB confirmam essa estratégia. Uma das possíveis candidatas a vice de Alckmin era a vice-governadora do Piauí, Margareth Coelho. A proposta era, supostamente, tentar fortalecer o eleitorado tucano no Nordeste, uma região onde o PT tem amplo apoio popular. Todavia, a escolha acabou sendo a extrema-direita, a senadora gaúcha em uma clara demonstração do caráter profundamente direitista da candidatura de Alckmin, com a consolidação do apoio de um setor extremamente conservador.

Alckmin quer, com isso, buscar os votos do eleitorado de Jair Bolsonaro, demonstrando que quem controla e impulsiona a extrema-direita é próprio PSDB. Esses setores financiaram e usaram os “radicais” da direita, para atuar em favor da derrubada do governo Dilma e atacar as organizações dos explorados. Agora, na hora de tomar conta da situação para atender aos interesses do imperialismo, “a bola” está – diretamente – com o PSDB e seus comparsas do centrão.

Em um momento de crescente polarização política no País, a direita oficial busca fortalecer seu apoio entre a extrema-direita, utilizando-se de figuras representativas desse setor, como é o caso da senadora Ana Amélia.

 

Compartilhar no facebook
Compartilhe no seu Facebook!
Compartilhar no twitter
Tuite este artigo!
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no telegram
Telegram
Compartilhar no email
Email
Compartilhar no reddit
Reddit
Compartilhar no facebook
Compartilhe
Compartilhar no twitter
Tuite este artigo!
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no email
Compartilhar no reddit
Relacionadas