Um novo “abaixa bandeira”?
Dirigente do PSOL, Valério Arcary, se incorpora aos ataques da direita contra organizações de esquerda e não denuncia o golpe da Rede Globo contra as manifestações
CUT manifestação na paulista
Manifestação na Paulista | Imagem: reprodução

O ex-dirigente do PSTU e agora integrante do PSOL, Valerio Arcary, publicou um artigo “Nota sobre o Ultraesquerdismo”. O artigo é um debate sobre uma faixa vermelha com os dizeres “Ditadura do proletariado” apresentada pelo agrupamento de esquerda POR.

Valério Arcary procura em seu texto condenar o uso da faixa e das palavras de ordem pedindo a ditadura do proletariado e para isso faz um longo debate, citando desde Tróstski até o revisionista Nahuel Moreno. Apesar de toda a pompa da discussão apresentada pelo integrante do PSOL, o debate de “denunciar” o ultra esquerdismo nas manifestações só serve para esconder que a direita está iniciando um novo ataque contra a esquerda e suas organizações.

Nem cabe aqui entrar na discussão teórica apresentada pelo professor Valério Arcary. Isso porque esse debate surgiu após a imprensa golpista iniciar uma enorme campanha de ataques contra a esquerda e as manifestações contra Bolsonaro e o fascismo. Ou seja, Valério Arcary faz coro com a Rede Globo nos ataques as organizações de esquerda. E tudo isso com “justificativas” de teoria marxista.

Ao invés de denunciar o golpe contra a esquerda e as manifestações orquestradas pela direita, “denuncia” o ultra esquerdismo. Além de ser um gesto no mínimo desonesto porque se utilizada dos ataques da direita, não tem nada a ver com o debate que deve ser feito.

Valério Arcary se utiliza dos mesmos métodos diante dos ataques da direita ao PT que levaram ao golpe em 2016 e a perseguição do PT realizada pela direita. Fez isso quando estava no PSTU e depois quando foi para o PSOL. Sempre “surfam na onda” dos ataques da direita.

As organizações têm o direito de ir nas manifestações com suas bandeiras e suas palavras de ordem e a esquerda não deve ser pautada pela Rede Globo e a direita. A esquerda deve denunciar os ataques da Rede Globo e os bolsonaristas contra a esquerda e suas organizações.

Relacionadas