A eleição dos tribunais: até golpistas Meirelles e Alckmin brigam no TSE por tempo de TV

image

Da redação – Sem qualquer popularidade ou empatia com o povo, resta aos indigestos candidatos da direita partir pra disputas burocráticas na Justiça Eleitoral no intuito de cassar a candidatura uns dos outros e, assim, ganhar mais tempo de propaganda eleitoral nos meios de comunicação.

Segunda-feira, dia 20, foi a vez do candidato do MDB à Presidência da República, Henrique Meirelles, implicar com o tucano Geraldo Alckmin, pedindo a rejeição de sua candidatura junto ao Tribunal Superior Eleitoral (TSE), sob o pretexto de que estariam irregulares as atas das convenções dos partidos que o apoiam, PTB, PP, PR, DEM, PRB e SD, vez que não teriam registrado expressamente sua concordância com a participação das demais legendas na coligação. A defesa do peessedebista argumenta que o banqueiro está tentando criar um “fato político” para prejudicá-lo.