A chantagem econômica pelo imperialismo

maxresdefault-1 (1)

Destacamos e transcrevemos um trecho da última Análise Política da Semana, 25 de agosto, do companheiro Rui Costa Pimenta, presidente nacional do PCO, que tem importância fundamental para a compreensão da luta política atual, neste trecho o Companheiro Rui mostra a chantagem que os especuladores internacionais realizam como meio de impor seus interesse políticos no país.

“Bom dia companheiros, nós temos o nosso objetivo com a análise de hoje é colocar bem às claras possível se nós conseguirmos alguns aspectos da situação política que são muito importantes particularmente para definir uma política correta para o partido no próximo.momento que é uma momento bastante importante da evolução da crise política política e do golpe, principalmente o problema da candidatura Lula na questão de ser absolutamente claro terminadas polêmicas e manifestações que nós temos visto ao nas redes sociais e também qual é  a nossa posição exatamente sobre o que está acontecendo, como é que nós consideramos que é necessária atuar politicamente para fazer avançar a esquerda, os trabalhadores o movimento democrático de luta contra o golpe.

Primeiro eu queria chamar a atenção rapidamente para o fato que nós estamos atravessando uma verdadeira degringolada da situação econômica, o dólar que é o principal sintoma do agravamento, não  da crise em si, mas do agravamento da crise, passou de R $ 4 reais, a pressão cambial sobre a moeda brasileira é muito grande, o governo logicamente tem até certo pondo condições de conter essa escalada, que é uma guerra cambial contra o Brasil, mas esse condições e estes instrumentos que o Estado nacional tem para conter a guerra cambial são limitados, ele pode no final da guerra cambial se encontrar numa situação de extremo agravamento da crise com a liquidação das reservas cambiais brasileiras, porque é o que eles está fazendo, eles estão evitando de usar medidas gastas para conter a crise Gâmbia, num certo sentido eles estão deixando o dólar evoluir de uma maneira mais gradativa, por que se não houvesse nenhuma contenção isso há havia explodido como na Argentina, na Venezuela e outros países. Bom os porta vozes dos especuladores financeiros internacionais, que eles chamam de maneira carinhosa de o mercado, eles há deram o recado que se não ganhar o candidato deles, vejam como é interessante uma eleição democrática, se não ganhar o candidato deles dos especuladores,  a situação do país vai piorar.

Nós temos que.entender em primeiro lugar que isso aí não é uma análise da situação mas uma ameaça e uma chantagem contra a economia nacional e o povo brasileiro. Não é apenas uma chantagem, quer dizer, que eles estão ameaçando de fazer aquilo que eles apresentam como uma coisa  inevitável, como que é uma tentativa descarada, clara de controlar as eleições nacionais, ou vocês elegem o nosso candidato ou vamos levar o país à ruína. o que que pode acontecer aqui, nós estamos vivendo desde o golpe uma situação um pouco paradoxal, que é a seguinte, de um lado a situação piora todo dia, e piora particularmente para esquerda de outro o otimismo da esquerda cresce todo dia, então você fica meio confuso com relação a este tipo de desenvolvimento, porque um evolui no sentido totalmente oposto ao outro. E nos aparece os aqui ganso nós procuramos fazer uma análise realista como uma análise super pessimista, embora tenhamos angariado um certo respeito porque o nosso “pessimismo” mostrou-se correto em diversas oportunidades, na na correto mostrou que o resto e uma grande fantasia.

Bom os especuladores dependendo da evolução da situação eles têm capacidade de produzir uma crise financeira, na realidade eles ja estão produzindo essa crise, mas eles podem levar a uma quebra financeira integral. Mas alguém pergunta, mas por que eles vão fazer isso aí. Eles já fizeram isso  em vários países, um dos casos mais famosos foi a crise asiática, que foi utilizada, muita gente não sabe, para quebrar a economia de países como na Coreia do Sul, que é uma plataforma exportadora, desde i final da guerra, desde o final da guerra da Coreia também, país que realizou uma enorme revolução, transformou-se em uma plataforma exportadora e criou indústrias nacionais, parecida com o Brasil, de grandes indústrias de capital Nacional que são associadas com o imperialismo e que eram conhecidas na Coreia como Chaebol, esse Chaebol, monopólios locais devamos assim, sem estatura no mercado Internacional em foram praticamente destruídos na crise cambial de 1998. As empresas foram praticamente à falência, a imprensa Internacional fez uma campanha contra os Chaebol, eles inventaram uma história que é o seguinte que a economia dos pais e asiáticos eram uma economia de amigos, cunharam até uma expressão em inglês, “capitalismo dos chegados”, de uma panelinha de amigos, então eles recebiam dinheiro do Estado e cresciam. Propaganda imperialista para destruir os concorrentes, o que eles fizeram. hoje em dó por exemplo a gente compra o Telefone Samsung, já vi muita gente falar nossa a Coreia, vendendo Telefone, televisão no Brasil, não é, a empresa não é  coreana, a empresa foi tomada pelo capital internacional depois da devastação que eles operaram na Coreia, eles podem muito bem fazer isso com o Brasil. Bom porque eles estão chantageando o país todo, o objetivo, logicamente,é ganhar a eleição, mas mais especificamente eles estão executando uma parte da operação política das eleicoes que é chantagear uma parte da burguesia que a apoia a direita, Bolsonaro. A situação é muito crítica, o Centro da situação crítica é o PT, mas eles estão convictos de que em vai resolver o problema eliminando o Lula da eleição, esse é o plano da direita, e eles precisam reduzir o voto do Bolsonaro.

Uma boa parte deste voto e o que escapou dos partidos direitistas tradicionais e que deveria voltar para eles. Eles estão lançados a uma enorme manipulada eleitoral, chantagem,etc., estão jogados numa guerra cambial, numa guerra financeira e comercial em função das eleições, em função de domesticar a burguesia brasileira e criar uma vá de apoio para o candidato intimamente ligado ao mercado financeiro e inclusive disciplinar esse candidato, porque esse é um dos métodos pelos quais o imperialismo controla os países atrasados. Por exemplo, as políticas de austeridade dos governos neoliberais que foram feitas na Argentina e outros países , elas foram a sequência de uma política que a gente poderia chamar de catastrófica, o imperialismo promove uma catástrofe econômica na feição de falência do Estado e inflação que é para obrigar o país a aceitar as receitas econômicas neoliberais.

Em uma determinada obra de análise uma comentarista do van van que o Brasil foi um dos últimos países a aderir a política neoliberal, falou que o Brasil não havia aderido a política neoliberal porque não havia tudo uma hiperinflação de verdade, porque se tivesse o pessoal ficaria suficientemente aterrorizado para ir para a política neoliberal. Então nós devemos colocar isso como sendo uma das preocupações, essa guerra externa, econômica que está se travando contra o Brasil tem objetivos políticos, ou seja controlar os setores político nacionais todos. Vocês imaginem por exemplo qualquer governo assume ai, que recebe algum representante do mercado financeiro internacional que fala vou levar o pais a falência se você não dizer dizer Rego da previdência, essa reforma tal.  o que este governo não vai fazer, é Uma declaração de guerra, se o governo não tem condições de levar adiante essa guerra comercial, logicamente que vai capitular, nem tem também grande interesse, mas mesmo que tivesse iria iria esmagado pela política de guerra comercial.”