Parasitas
Enquanto socialites fazem festa com testes de Covid-19 na entrada, milhares de trabalhadores morrem sem ter acesso a testes, resultado da política genocida da burguesia parasita
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no email
Compartilhar no reddit
mulher-brasilia-festa-teste-covid-19
Socialites em festa com testes de Covid-19 para convidados | Foto: Reprodução

Diante da notícia que uma blogueira, filha do deputado Silas Câmara (PRB), teria realizado uma festa de aniversário em Brasília com testes de coronavírus na entrada para os convidados, muitas pessoas na internet se revoltaram com a atitude e fizeram duras críticas à comemoração da blogueira.

Bom, nem deveríamos nos surpreender com a atitude dessa madame, a burguesia é assim, eles sempre viveram de comemorações enquanto os trabalhadores passam por sufoco. Agora durante a pandemia não seria diferente.

E o pior não é nem realizar uma festa. A burguesia parasita tem causado muito mais danos para os trabalhadores do que as suas comemorações regadas de luxo e inutilidades. Por exemplo, a campanha do “fique em casa” é uma política da burguesia, pois qual classe social tem condição de se isolar em casa, sem se preocupar com as dívidas ou ser obrigada pelos patrões a ir trabalhar?

Essa política do “fique em casa” se mostrou um total fracasso para os trabalhadores, enquanto escrevo esta coluna ultrapassamos a marca de 50.000 mortes por Coronavírus no País e mais de 1 milhão de contaminados, só que esses números não remetem à realidade, pois ao contrário da festa da blogueira, não há testes para a população. Não há leitos de UTI, não há tratamento eficiente e nem investimento para o desenvolvimento de uma vacina.

E tudo isso é resultado dessa burguesia genocida que escolheu os seus lucros, escolheu não abrir mão de nem um centavo das suas fortunas para salvar a vida daqueles que geram as suas riquezas.

Pode ser, que depois da repercussão negativa da divulgação da festa, as próximas comemorações da alta sociedade não sejam divulgadas, mas o fato é que a pandemia já gerou um apartheid social, a burguesia vai criar meios de voltar à sua vida luxuosa normalmente, enquanto os mais pobres continuarão sofrendo com a pandemia, com os ônibus lotados, com a morte dos seus familiares.

A única maneira de reverter essa situação é um levante social que dê um basta a tanta exploração, que derrube o governo de Bolsonaro por meio da mobilização das massas que coloque em pauta a construção de um governo em prol dos trabalhadores.

Compartilhar no facebook
Compartilhe no seu Facebook!
Compartilhar no twitter
Tuite este artigo!
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no telegram
Telegram
Compartilhar no email
Email
Compartilhar no reddit
Reddit
Compartilhar no facebook
Compartilhe
Compartilhar no twitter
Tuite este artigo!
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no email
Compartilhar no reddit
Relacionadas