Menu da Rede

É preciso intensificar campanha por novas mobilizações

Entregar a Paulista à direita

A armadilha de Guilherme Boulos e João Doria

Com a ajuda do funcionário da Frente Ampla, Guilherme Boulos, Doria conseguiu fazer com que um movimento minoritário fascistas tomasse a Avenida Paulista

Tropa de Choque ameaçava manifestantes na entrada da Avenida Paulista e protegia fascistas – Foto: Cristiane Amorim/ Diário Causa Operária

Neste domingo, na cidade de São Paulo, manifestantes de partidos, movimentos e torcidas foram vítimas de uma armadilha política. Após os torcedores terem tomados as ruas no último 31 de maio e varrido da Avenida Paulista os manifestantes fascistas que exigem, todos os domingos, o restabelecimento da ditadura militar, a burguesia operou uma manobrar para garantir a longevidade do movimento fascista.

Os acontecimentos do dia 31 mostraram que perante uma reação da esquerda, a extrema-direita não tem condições de manter presença nas ruas, que esse amontoado de tresloucados fascistas nada mais são, neste momento, é claro, que uma gangue que ataca apenas quando em maior número e quando protegido pela polícia e exército.

Para impedir uma segunda derrota, primeiro, foram proibidos pela justiça os atos na Paulista, sob a desculpa de “evitar o confronto”. Mas isso não foi suficiente, o movimento ainda se preparava para mais uma investida. Convenientemente, para Doria e a Frente Ampla, Guilherme Boulos (PSOL) se “juntou” ao ato, jurando garantir a paz e inibir infiltrados. Sua primeira “ajuda” foi negociar com a polícia a desocupação da Avenida Paulista, e a convocação de outro ato para um local distante. Os manifestantes insistiram que só aceitariam se os fascistas também não ocupassem a Avenida, o compromisso foi firmado entre os bolsonaristas, a PM de Doria e Boulos. Os eventos no entanto, demonstram um armadilha.

A direita ocupou a Avenida, quebrando o acordo, e não foi reprimida, na verdade, foi protegida pela PM.

No ato convocado por Boulos, manifestantes que denunciaram a farsa em curso e pediam que a marcha fosse em direção aos fascistas foram agredidos por capangas ligados à organização do ato e denunciados como “infiltrados”.

Eis a paz de Boulos, agredir esquerdistas para proteger bolsonaristas, ainda mais, denunciar militantes do movimento operário como infiltrados.

Militantes do PCO (Partido da Causa Operária), dos Comitês de Luta e anarquistas foram a Avenida Paulista, sentindo a manobra, e lá a PM lhes disse “Vão ao Largo da Batata, foi o que negociamos com Boulos”, o cordial aviso foi seguido de ameaças de repressão brutal.

É preciso deixar claro o que o dirigente do PSOL quer dizer com “paz”: não confrontar os bolsonaristas, não combater o fascismo. Infiltrados são todos aqueles aguerridos combatentes que vêem na extrema-direita uma ameaça a ser combatida, por todos os meios necessários.

Se Boulos sabia antecipadamente da manobra da PM e de Doria, nunca saberemos. Sabemos no entanto que ele assinou e está colaborando com figuras do PSDB, como FHC responsável pela morte de milhares de brasileiros pela fome. A armadilha foi montada pela direita, quem levou os manifestantes a ela foi Boulos, o funcionário da Frente Ampla nos movimentos sociais.

A você que chegou até aqui,

agradecemos muito por depositar sua confiança no nosso jornalismo e aproveitamos para fazer um pequeno pedido.

O Diário Causa Operária atravessa um momento decisivo para o seu futuro. Vivemos tempos interessantes. Tempos de crise do capitalismo, de acirramento da luta de classes, de polarização política e social. Tempos de pandemia e de política genocida. Tempos de golpe de Estado e de rebelião popular. Tempos em que o fascismo levanta a cabeça e a esquerda revolucionária se desenvolve a olhos vistos. Não é exagero dizer que estamos na antessala de uma luta aberta entre a revolução e a contrarrevolução. 

A burguesia já pressentiu o perigo. As revoltas populares no Equador, na Bolívia e na Colômbia mostraram para onde o continente caminha. Além da repressão pura e simples, uma das armas fundamentais dos grandes capitalistas na luta contra os operários e o povo é a desinformação, a confusão, a falsificação e manipulação dos fatos, quando não a mentira nua e crua. Neste exato momento mesmo, a burguesia se esforça para confundir o panorama diante do início das mobilizações de rua contra Bolsonaro e todos os golpistas. Seus esforços se dirigem a apagar as linhas que separam a direita da esquerda, os golpistas dos lutadores contra o golpe, substituir o vermelho pelo verde e amarelo nas ruas e infiltrar verdadeiros inimigos do povo dentro do movimento popular. O Diário Causa Operária se coloca na linha de frente do enfrentamento contra a burguesia, sua política e suas manobras. 

Diferentemente de outros portais, mesmo os progressistas, você não verá anúncios pagos aqui. Não temos financiamento ou qualquer patrocínio dos grandes capitalistas. Isso porque entre nós e eles existe uma incompatibilidade absoluta — são os nossos inimigos. 

Estamos comprometidos de maneira intransigente com a defesa dos interesses dos trabalhadores, do povo pobre e oprimido. Somos um jornal classista, aberto e gratuito, e queremos continuar assim. Trabalhamos dia e noite para que o DCO cresça, se desenvolva e seja lido pelas amplas massas da população. A independência em relação à burguesia é condição para o sucesso desta empreitada. Mas o apoio financeiro daqueles que entendem a necessidade de uma imprensa vermelha, revolucionária e operária, também o é.  

Se já houve um momento para contribuir com o DCO, este momento é agora. Qualquer contribuição, grande ou pequena, faz tremenda diferença. Apoie o DCO com valores a partir R$ 20,00. Obrigado.

SitesPrincipais
24h a serviço dos trabalhadores
O jornal da classe operária
Sites Especiais
Blogues
Movimentos
Acabar com a escravidão de fato, não só em palavras
Cultura

Apoie um jornal vermelho, revolucionário e independente

Em tempos em que a burguesia tenta apagar as linhas que separam a direita da esquerda, os golpistas dos lutadores contra o golpe; em tempos em que a burguesia tenta substituir o vermelho pelo verde e amarelo nas ruas e infiltrar verdadeiros inimigos do povo dentro do movimento popular, o Diário Causa Operária se coloca na linha de frente do enfrentamento contra tudo isso. 

Diferentemente de outros portais , mesmo os progressistas, você não verá anúncios de empresas aqui. Não temos financiamento ou qualquer patrocínio dos grandes capitalistas. Isso porque entre nós e eles existe uma incompatibilidade absoluta — são os nossos inimigos. 

Estamos comprometidos incondicionalmente com a defesa dos interesses dos trabalhadores, do povo pobre e oprimido. Somos um jornal classista, aberto e gratuito, e queremos continuar assim. Se já houve um momento para contribuir com o DCO, este momento é agora. ; Qualquer contribuição, grande ou pequena, faz tremenda diferença. Apoie o DCO com doações a partir de R$ 20,00 . Obrigado.

Quero saber mais antes de contribuir

 

Apoie um jornal vermelho, revolucionário e independente

Em tempos em que a burguesia tenta apagar as linhas que separam a direita da esquerda, os golpistas dos lutadores contra o golpe; em tempos em que a burguesia tenta substituir o vermelho pelo verde e amarelo nas ruas e infiltrar verdadeiros inimigos do povo dentro do movimento popular, o Diário Causa Operária se coloca na linha de frente do enfrentamento contra tudo isso. 

Diferentemente de outros portais , mesmo os progressistas, você não verá anúncios de empresas aqui. Não temos financiamento ou qualquer patrocínio dos grandes capitalistas. Isso porque entre nós e eles existe uma incompatibilidade absoluta — são os nossos inimigos. 

Estamos comprometidos incondicionalmente com a defesa dos interesses dos trabalhadores, do povo pobre e oprimido. Somos um jornal classista, aberto e gratuito, e queremos continuar assim. Se já houve um momento para contribuir com o DCO, este momento é agora. ; Qualquer contribuição, grande ou pequena, faz tremenda diferença. Apoie o DCO com doações a partir de R$ 20,00 . Obrigado.

Quero saber mais antes de contribuir

 

Apoie um jornal vermelho, revolucionário e independente

Em tempos em que a burguesia tenta apagar as linhas que separam a direita da esquerda, os golpistas dos lutadores contra o golpe; em tempos em que a burguesia tenta substituir o vermelho pelo verde e amarelo nas ruas e infiltrar verdadeiros inimigos do povo dentro do movimento popular, o Diário Causa Operária se coloca na linha de frente do enfrentamento contra tudo isso. 

Se já houve um momento para contribuir com o DCO, este momento é agora. ; Qualquer contribuição, grande ou pequena, faz tremenda diferença. Apoie o DCO com doações a partir de R$ 20,00 . Obrigado.