Em Recife, a Ocupação Contra o Golpe já conta com mais de 30 barracos

20180701_100045

No dia 30 de junho, dezenas de sem-teto que foram despejados da ocupação Nova Recife, em conjunto com militantes do Movimento Urbano dos Trabalhadores sem Teto (MUST), do Partido da Causa Operária (PCO) e do Comitê de Luta Contra o Golpe da UFPE, ocuparam um terreno na Zona Oeste de Recife, em Pernambuco. Em sua primeira assembleia, ocorrida no dia 1º de julho, os ocupantes decidiram que a ocupação passaria a se chamar Ocupação Contra o Golpe e que esta teria como objetivo lutar pelo direito à moradia e lutar contra o golpe de Estado.

Duas semanas após a ocupação, mais de trinta barracos foram levantados pelos moradores. Todos possuem iluminação e água, além de alguns móveis e utensílios domésticos. Além disso, os ocupantes criaram um comitê de luta contra o golpe e realizaram uma série de atividades, como venda de rifas na Universidade Federal de Pernambuco, panfletagens no bairro da Várzea e colagem de cartazes nos muros da própria ocupação.

Mais de 15 ocupantes já confirmaram presença na Conferência Nacional Aberta de Luta Contra o Golpe. Em todas as assembleias, vem sendo discutida a mobilização para a conferência e o clima dentro da ocupação é de cada vez maior empolgação. Liberdade para Lula! Abaixo o golpe de Estado! Dissolver a Polícia Militar!