8 e 9 de dezembro: 2° Conferência Nacional Aberta de Luta Contra o Golpe e Contra o Fascismo

cddebe2a-e5da-4cc0-8d6d-4548664960af

Da redação – Frente ao fato dessas eleições serem as mais fraudadas da história do Brasil, após o impedimento de Luiz Inácio Lula da Silva em concorrer ao pleito e de Bolsonaro ter sido eleito de maneira fraudulenta, é necessário se organizar para derrotar o regime de perseguição contra a esquerda e ao povo.

De acordo com essa necessidade, os comitês nacionais de luta contra o golpe resolveram convocar a 2° Conferência Nacional Aberta de Luta Contra o Golpe e Contra o Fascismo a ser realizada nos dias 8 e 9 de dezembro na capital de São Paulo.

Os militares golpistas já comandam o regime, ameaçam as instituições, o povo, e apresentaram um resultado fraudado pró Bolsonaro. A tarefa do momento é esta: organizar os comitês em todos os locais de trabalho, estudo e onde haja pessoas interessadas nas conquistas da classe trabalhadora. É necessário debater para esclarecer, ir para as ruas, panfletar, falar com a população, explicar e chamar para essa grande conferência que tem como objetivo organizar as classes populares para a nova batalha.

A última atividade contou com companheiros de quase todos os estados do país, reunindo mais de mil pessoas em dois dias de atividades, com participações de parlamentares do Partido dos Trabalhadores, como Vicentinho, Gleisi Hoffmann, o presidente do Partido da Causa Operária, Rui Costa Pimenta e outros companheiros. Durante a conferência foram realizadas diversas atividades como debates e grupos de trabalho para retirar um programa de luta dos trabalhadores. Foi criada uma imprensa, site e um jornal impresso quinzenal. Todos esses instrumentos foram criados com o objetivo de fazer uma mobilização em torno da liberdade de Lula e de luta contra o golpe.

Essas lutas estão ainda mais atuais. Participe!