7 razões para manter Lula candidato até o fim

Former Brazilian President Luiz Inacio Lula da Silva attends a protest in front of the metallurgic trade union in Sao Bernardo do Campo

A direita está fazendo de tudo para tirar Lula da disputa eleitoral. Líder disparado nas pesquisas, Lula é o candidato da luta contra o golpe. Sua candidatura, portanto, deve ser defendida até as últimas consequências.

1. É por Lula que passa a luta contra o golpe

Lula não é um político carreirista, como Manuela D’Ávila, Guilherme Boulos ou Ciro Gomes. Lula é uma liderança popular intimamente ligada ao movimento operário. Lula é capaz de mobilizar milhares de pessoas contra o golpe e é justamente por isso que sua prisão é foi uma prioridade para os golpistas.

2. Ele é o único que o golpe não pode aceitar

O prestígio que Lula tem junto as massas pode se tornar um perigo enorme para a burguesia caso o petista chegue ao poder. Em um momento de ataques do imperialismo, a tendência é que os trabalhadores pressionem seu líder para enfrentar os golpistas.

3. É direito dele ser candidato

Lula está condenado sem provas e preso sem ter sido completamente julgado. Além disso, seu direito de ser candidato é constitucionalmente garantido. Lutar contra sua impugnação é lutar pelos direitos políticos da população.

4. Se abaixarmos a cabeça a cada injustiça, não precisaria de golpe

O golpe de Estado e todas as manobras para manter a burguesia no controle do Regime Político mostram que a direita sempre está atenta às tendências revolucionárias das massas. Se não tivessem receio de uma rebelião generalizada, tudo seria feito imediatamente e às claras. Se a própria burguesia reconhece a ameaça que os trabalhadores organzizados oferecem ao regime, é hora de a esquerda enfrentar os golpistas de vez.

5. O mundo não acaba na eleição

Mesmo que fosse possível eleger um candidato de esquerda que não fosse Lula, a luta contra o golpe ainda teria que continuar. A direita não permitira que um governo facilmente revertesse a política do governo golpista, e Lula é o único candidato com força suficiente para enfrentar os golpistas depois de eleito.

6. É o que o povo quer

Todas as pesquisas, até mesmo as da burguesia, mostram que Lula tem mais votos que o dobro do segundo colocado. Além disso, o apoio a Lula é real e facilmente comprovado – basta ver o ato de registro de sua candidatura.

7. A única maneira de derrotar o golpe é mobilizando, não dá para evitar

Não há outra forma de derrubar o golpe que não passe pela mobilização popular. Os golpistas não estão dispostos a fazer nenhum tipo de acordo: a ordem é passar por cima de tudo para manter os privilégios dos monopólios internacionais. Por isso, nenhuma “fórmula mágica” será suficiente para derrotar o golpe, mas sim a decisão das massas de romper de vez com os golpistas.