600 venezuelanos retornam do Equador e Peru com plano Volta à Pátria

maxresdefault

Caracas, AVN Uma especial jornada do plano Volta à Pátria foi realizada neste sábado para facilitar o retorno de 600 venezuelanos do Equador e Peru.

Ao receber o sexto voo procedente de Lima no Aeroporto Internacional Simón Bolívar de Maiquetía, o vice-ministro para Ásia, Oriente Médio e Oceania do Ministério das Relações Exteriores, Rubén Darío Molina, transmitiu a mensagem do presidente da República, Nicolás Maduro, e do chanceler Jorge Arreaza aos cidadãos que foram vítimas de xenofobia, exploração laboral e agressões nos dois países latino-americanos.

“O importante é que vocês viveram uma experiência e o importante também é que nós como governo temos uma responsabilidade (para que) não seguissem passando dificuldades, por isso é o Plano Volta à Pátria”, afirmou o diplomata após refletir sobre as razões que motivaram a migração deste grupo de venezuelanos.

Com a chegada destes 600 venezuelanos, já são 11.222 pessoas repatriadas através do programa de retorno voluntário vindos de distintos países na região, segundo nota à imprensa do Ministério das Relações Exteriores.