Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no email
Compartilhar no reddit
maxresdefault
|

Caracas, AVN Uma especial jornada do plano Volta à Pátria foi realizada neste sábado para facilitar o retorno de 600 venezuelanos do Equador e Peru.

Ao receber o sexto voo procedente de Lima no Aeroporto Internacional Simón Bolívar de Maiquetía, o vice-ministro para Ásia, Oriente Médio e Oceania do Ministério das Relações Exteriores, Rubén Darío Molina, transmitiu a mensagem do presidente da República, Nicolás Maduro, e do chanceler Jorge Arreaza aos cidadãos que foram vítimas de xenofobia, exploração laboral e agressões nos dois países latino-americanos.

“O importante é que vocês viveram uma experiência e o importante também é que nós como governo temos uma responsabilidade (para que) não seguissem passando dificuldades, por isso é o Plano Volta à Pátria”, afirmou o diplomata após refletir sobre as razões que motivaram a migração deste grupo de venezuelanos.

Com a chegada destes 600 venezuelanos, já são 11.222 pessoas repatriadas através do programa de retorno voluntário vindos de distintos países na região, segundo nota à imprensa do Ministério das Relações Exteriores.

Compartilhar no facebook
Compartilhe no seu Facebook!
Compartilhar no twitter
Tuite este artigo!
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no telegram
Telegram
Compartilhar no email
Email
Compartilhar no reddit
Reddit
Compartilhar no facebook
Compartilhe
Compartilhar no twitter
Tuite este artigo!
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no email
Compartilhar no reddit
Relacionadas