Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no email
Compartilhar no reddit
fila
|

Da redação – A fila de desempregados que começou com 2 mil pessoas ontem, chegou a mais de 6 mil desempregados, enfrentam fila sob chuva, frio, para conseguir vagas de emprego, num mutirão organizado pela União Geral dos Trabalhadores (UGT), pelo Sindicato dos Comerciários de São Paulo e Sindicato dos Padeiros no centro da capital paulista. O objetivo do mutirão é oferecer 4 mil vagas em diversas áreas e perfis, de jovem aprendiz a ensino superior completo.

Com a taxa de desemprego chegando a 17% na capital, milhares de pessoas em desespero viram no mutirão uma oportunidade de sair do desemprego. A expectativa é de que o número de pessoas nas filas para conseguir vagas cresça muito até sexta-feira (10), dia do término do mutirão.

O tamanho das filas para conseguir emprego reflete os efeitos da política golpista, tanto em âmbito federal, com o governo de Temer, como em âmbito municipal, com a “gestão” tucana Doria/Covas (PSDB). O golpe de Estado deixou 13 milhões de desempregados no Brasil, e o número tende a crescer cada vez mais com a destruição da economia pelas políticas neoliberais de entrega do País ao estrangeiro.

Compartilhar no facebook
Compartilhe no seu Facebook!
Compartilhar no twitter
Tuite este artigo!
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no telegram
Telegram
Compartilhar no email
Email
Compartilhar no reddit
Reddit
Compartilhar no facebook
Compartilhe
Compartilhar no twitter
Tuite este artigo!
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no email
Compartilhar no reddit
Relacionadas