Aulas começam a parar
Junto com a crise econômica, as aulas em diversos locais começaram a parar devido a crise do coronavírus. Com isto, caos no governo apenas se aprofunda.
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no email
Compartilhar no reddit
https___cdn.cnn_.com_cnnnext_dam_assets_200108214800-coronavirus
Na contramão do tom "calmo" do governo, escolas param por causa do vírus. |

Da redação- Com o estouro de dezenas de casos de coronavírus no Brasil, e tendo o exemplo de vários países do mundo já atingidos pela epidemia, muitas escolas e universidades brasileiras já começaram a cancelar suas aulas.

A primeira universidade a tomar tal atitude foi a Unicamp, que interrompeu as aulas do dia 13 ao 29 de março. Ao mesmo tempo, sete faculdades particulares também paralisaram suas atividades, variando de 2 a até 14 dias.

Já na Unesp atividades relacionadas à terceira idade, grupo mais vulnerável, também foram canceladas. Enquanto isso, o governador Ibaneis Rocha decidiu suspender todas as aulas das escolas públicas e privadas em todo Distrito Federal.

Esta por enquanto foi a medida mais extrema tomada, afetando mais de 500 mil estudantes que não terão aulas por 5 dias.

Tais medidas vem em contrapartida ao indicado pelo próprio governo golpista, que na tentativa de acalmar a situação sem dar reais soluções, busca com o Ministério da Educação e Saúde informar que não há grandes riscos de contaminação.

Contudo, junto as medidas tomadas em cada região, a burguesia se aproveita para levantar novamente a bola do “ensino a distância” como forma de remediar o problema.

Desta forma, aprofunda-se a política de destruição do ensino brasileiro, aproveitando-se da crise envolvendo o coronavírus.

Outro ponto que chama a atenção é a da alta na repressão feita em universidades e demais instituições. Agora sobre o pretexto de vírus, os órgãos de pressão buscam impedir cada vez mais concentrações de pessoas, como também as instituições desejam impor um estado de quarentena sobre diversos estudantes, os isolando.

 

Compartilhar no facebook
Compartilhe no seu Facebook!
Compartilhar no twitter
Tuite este artigo!
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no telegram
Telegram
Compartilhar no email
Email
Compartilhar no reddit
Reddit
Compartilhar no facebook
Compartilhe
Compartilhar no twitter
Tuite este artigo!
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no email
Compartilhar no reddit
Relacionadas