Auxilio emergencial indevido
Ao todo, 53.459 militares receberam o auxílio indevidamente e até 12 de junho 28.160 ainda não tinham efetuado a devolução, o que representa 52,7% do total.
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no email
Compartilhar no reddit
auxilio-emergencial-compartilhar-link-1
53% dos auxílios indevidos pago a militares não foram devolvidos aos cofres públicos. | Foto: Reprodução

Segundo dados do Ministério da Defesa, mais da metade dos militares que receberam o auxilio emergencial indevidamente ainda não devolveram o dinheiro aos cofres públicos. Ao todo, 53.459 militares receberam o auxílio indevidamente e até 12 de junho 28.160 ainda não tinham efetuado a devolução, o que representa 52,7% do total.

As devoluções começaram em maio e já totalizaram R$16,3 milhões. Segundo o Ministério da Defesa, quem não efetuar a devolução terá o valor descontado da remuneração mensal, mas não deu detalhes de quando isso será feito.

Enquanto uns recebem indevidamente devido a falta de clareza e de uma análise justa dos dados, milhões de brasileiros que realmente necessitam do benefício sequer conseguiram se cadastrar para receber o auxílio, demonstrando o total descaso do governo Bolsonaro para com os trabalhadores, colocando-os cada vez mais em vulnerabilidade social e econômica e atendendo seus interesses e da classe burguesa.

Compartilhar no facebook
Compartilhe no seu Facebook!
Compartilhar no twitter
Tuite este artigo!
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no email
Email
Compartilhar no reddit
Reddit
Relacionadas