5 motivos para ir ao Réveillon Vermelho em Curitiba pela liberdade de Lula

  Diante do atual quadro político e da Luta Contra o Golpe, um momento de confraternização só poderia ser organizado – com luta – e, sobretudo, reunindo o povo que não engoliu e nem irá engolir o golpe de Estado iniciado na derrubada da legítima presidenta Dilma Rousseff em 2016 e colocou em marcha um processo que, no fim das contas – impediu o maior líder popular do país de se eleger. Façamos um grande ato de encerramento de ano em frente à bastilha de Curitiba, onde o ex-presidente Lula se encontra preso – sem quaisquer provas.
Abaixo, apresentamos, pelo menos, cinco motivos destacando a importância do ato e do porque colocar em primeira ordem o Réveillon Vermelho em Curitiba:
  1. A esquerda não pode deixar que tenha mais gente na posse de um presidente ilegítimo do que em um ato a favor de um líder popular.
  2. Quem deveria estar tomando posse agora é Lula, que ganharia as eleições
  3. A liberdade de Lula continua sendo um ponto central na situação política.
  4. É preciso começar o ano com mobilização e luta.
  5. Será uma confraternização de militantes da Luta Contra o Golpe.
Vamos todos à Curitiba! Façamos um grande ato em frente à prisão de Lula!