Acervo de pesquisa
Depois da 45ª Universidade de Férias, os materiais continuarão disponíveis na Universidade Marxista para consulta posterior, assim como os materiais de cursos realizados antes
19/07/2017- Bahia- Bibliotecas escolares contam a história da Bahia através de seus acervosLocal: Biblioteca da Escola Parque
Foto: Elói Corrêa/GOVBA
Biblioteca da Escola Parque. Foto: Elói Corrêa/GOVBA |

Mais uma Universidade de Férias do PCO se aproxima, marcando mais de 20 anos de atividade marxista e revolucionária de formação política dos militantes e simpatizantes do partido, além do público interessado em geral. Entre os dias 17 e 25 de janeiro, será realizada a segunda parte do curso Fascismo: o que é, e como combatê-lo, continuando o tema da Universidade de Férias de janeiro do ano passado. Dessa vez, os participantes poderão ter acesso a uma novidade, que pode enriquecer o estudo e ajudar em futuras pesquisas relacionadas ao tema. Trata-se da Universidade Marxista, plataforma de pesquisas lançada em novembro.

Durante o curso sobre os 70 anos da Revolução Chinesa ministrado por Rui Costa Pimenta ano passado, a Universidade Marxista serviu como base de pesquisa para o curso. A assinatura na plataforma garante acesso a centenas de textos, imagens de acontecimentos históricos e de personagens decisivas, acervo de vídeos e filmes. Os textos, que incluíram traduções inéditas, serviram de base para acompanhar o curso de forma mais profunda, com uma pesquisa mais completa sobre o assunto.

A partir do curso sobre a Revolução Chinesa, o partido começou a montar um acervo de pesquisa na Internet para estudos sob uma perspectiva marxista. À medida em que novos cursos forem realizados, a base de dados será ampliada com novos temas, de modo que uma base de dados cada vez mais completa será montada para consulta de um vasto material teórico de textos e arquivos de imagens e vídeos, que ficarão disponíveis para os assinantes da plataforma.

Portugal, Espanha, Áustria, Japão e Brasil

A continuação do curso sobre o fascismo, com uma perspectiva prática de como agir diante do problema, seguirá analisando a história desse fenômeno em Portugal, Espanha, Áustria, Japão e Brasil. A plataforma de pesquisas fornecerá um vasto material sobre o fascismo em todos esses lugares, para um estudo mais abrangente sobre esses temas durante a atividade, incluindo imagens e vídeos da época, e textos sobre o assunto ou escritos diretamente por pessoas envolvidas nesses acontecimentos. Dessa forma, quem fizer o curso com acesso a esses materiais poderá ter um quadro de referências mais rico relativo à história do desenvolvimento do fascismo.

Depois da 45ª Universidade de Férias, os materiais continuarão disponíveis na Universidade Marxista para consulta posterior, assim como os materiais relativos a cursos realizados antes, como o curso sobre a revolução chinesa. A cada novo curso, a base de dados será ampliada, e ficará disponível para pesquisas a serem feitas a qualquer momento.

Relacionadas