Menu da Rede

O governo Biden e o avanço imperialista contra os povos oprimidos

Caluniadores

4 evidências da falsidade do depoimento Fórum-Carmen Silva

A "esquerda" que que ataca o PCO, automaticamente se coloca do lado do PSDB, inimigo do povo

Avenida Paulista e os contratados do PSDB – Arquivo

Carmen Silva se apresenta como liderança do Movimento dos Sem-teto do Centro (MSTC). No dia das manifestações pelo “fora Bolsonaro”, em 3 de julho, na avenida Paulista, surpreendentemente ela apareceu no internet acusando o PCO de agressão.

Dizemos surpreendentemente porque o entrevero no ato havia sido entre militantes do PCO, PT, ou seja, a esquerda, e os contratos pelo PSDB para segurar uma ou duas feixas na manifestação. Esse entrevero, todos podem assistir, há vários vídeos circulando na internet e até mesmo na imprensa burguesa. Mas onde entra o MSTC nessa história? Ninguém sabe. O que se sabe é que Carmen e aqueles que repercutem suas calúnias são pessoas mentirosas que estão a serviço do PSDB. Afinal, no momento em que há um embate entre a esquerda (PCO) e o PSDB, atacar o primeiro é automaticamente se colocar do lado do segundo.

Além da nota pública, Carmen Silva também foi convidado em um programa do Youtube da revista Fórum, de Renato Rovai, que repercutiu as mentiras sem se preocupar em verificar os fatos e procurar as partes, dando uma aula de como fazer um jornalismo canalha, bem ao estilo da imprensa golpista rasteira.

Vejamos alguns pontos que mostram por que as acusações de Carmen Silva são falsas.

1. O PCO atacou o MSTC

Essa história é desmentida pela própria versão de Carmen. Na nota emitida pelo MSTC, afirma-se que Carmen Silva e alguns membros do movimento teriam entrado para apartar a briga entre o PCO e o PSDB. Num tuíte do dia 4 de julho, Preta Ferreira, filha de Carmen e também liderança do MSTC, também afirma que “nos deparamos com uma briga, pessoas vestidas com as cores do socialismo e do partido da causa operária e pessoas do PSDB. Minha mãe sem nem pensar entrou no meio apartando, contendo a briga”.

Em resumo, segundo o próprio MSTC, se houve algum problema com seus militantes, não passou de algo colateral, por estarem tentando apartar uma briga.

Coisa muito diferente é uma agressão voltada e organizada por parte do PCO contra o MSTC, que é exatamente o que querem dar a entender, Portanto, uma calúnia e uma provocação por parte de Carmen Silva.

2. O PCO espancou pessoas

Uma acusação absurda é a de que o PCO ou alguns militantes do PCO teriam “espancado” algumas pessoas do MSTC.

Trata-se de mais uma mentira descarada. Se houve espancamento, onde está o espancado ou os espancados? Onde está o vídeo de uma pessoa sendo espancada?

Das dezenas de vídeos e fotos que estão circulando em absolutamente nenhuma é possível ver ninguém sendo espancado. O que fica claro que houve nada mais do que troca de socos, empurrões e alguns safanões. Em nenhum dos lados apareceram pessoas com ferimentos graves.

Para quem tem dúvida, é bom entendermos bem o que é um espancamento. Não se trata de simples troca de agressões como ocorreu na confusão, espancar alguém é quando um ou mais pessoas encurralam alguém e bate até desmaiar a pessoa. É uma ação violenta muito séria contra uma pessoa.

3. “PCO bateu em mulher”

Carmen diz que o PCO bateu em mulher. Para essa calúnia, vale a mesma coisa do ponto anterior: onde está o vídeo da mulher apanhando? Onde está a mulher ferida? São acusações, faltam as provas!

Sobre isso, ainda, vale um comentário: seria factível que em uma manifestação de esquerda, com dezenas de milhares de pessoas, uma mulher fosse agredida sem que as pessoas a defendessem? Claramente que não!

4. “PCO roubou celulares”

Essa acusação, antes mesmo de ser caluniosa, é ridícula.

Como é que o PCO, uma entidade jurídica, roubaria um celular de alguém?

Por que motivo um militante de esquerda roubaria um celular de outro.

O conteúdo político dessa acusação mentirosa é bem claro. Trata-se de imputar ao partido e seus militantes um crime comum. Ou seja, é uma acusação de tipo policialesca, portanto fascista. E novamente, a líder do MSTC e a revista Fórum se alinham ao PSDB.

Fica claro que se trata de calúnias baixas e mentirosas. A única serventia disso tudo? Defender o PSDB, esse partido inimigo do povo, que entregou as riquezas nacionais, que bate em estudantes e professores com a Polícia Militar e outros ataques.

A você que chegou até aqui,

agradecemos muito por depositar sua confiança no nosso jornalismo e aproveitamos para fazer um pequeno pedido.

O Diário Causa Operária atravessa um momento decisivo para o seu futuro. Vivemos tempos interessantes. Tempos de crise do capitalismo, de acirramento da luta de classes, de polarização política e social. Tempos de pandemia e de política genocida. Tempos de golpe de Estado e de rebelião popular. Tempos em que o fascismo levanta a cabeça e a esquerda revolucionária se desenvolve a olhos vistos. Não é exagero dizer que estamos na antessala de uma luta aberta entre a revolução e a contrarrevolução. 

A burguesia já pressentiu o perigo. As revoltas populares no Equador, na Bolívia e na Colômbia mostraram para onde o continente caminha. Além da repressão pura e simples, uma das armas fundamentais dos grandes capitalistas na luta contra os operários e o povo é a desinformação, a confusão, a falsificação e manipulação dos fatos, quando não a mentira nua e crua. Neste exato momento mesmo, a burguesia se esforça para confundir o panorama diante do início das mobilizações de rua contra Bolsonaro e todos os golpistas. Seus esforços se dirigem a apagar as linhas que separam a direita da esquerda, os golpistas dos lutadores contra o golpe, substituir o vermelho pelo verde e amarelo nas ruas e infiltrar verdadeiros inimigos do povo dentro do movimento popular. O Diário Causa Operária se coloca na linha de frente do enfrentamento contra a burguesia, sua política e suas manobras. 

Diferentemente de outros portais, mesmo os progressistas, você não verá anúncios pagos aqui. Não temos financiamento ou qualquer patrocínio dos grandes capitalistas. Isso porque entre nós e eles existe uma incompatibilidade absoluta — são os nossos inimigos. 

Estamos comprometidos de maneira intransigente com a defesa dos interesses dos trabalhadores, do povo pobre e oprimido. Somos um jornal classista, aberto e gratuito, e queremos continuar assim. Trabalhamos dia e noite para que o DCO cresça, se desenvolva e seja lido pelas amplas massas da população. A independência em relação à burguesia é condição para o sucesso desta empreitada. Mas o apoio financeiro daqueles que entendem a necessidade de uma imprensa vermelha, revolucionária e operária, também o é.  

Se já houve um momento para contribuir com o DCO, este momento é agora. Qualquer contribuição, grande ou pequena, faz tremenda diferença. Apoie o DCO com valores a partir R$ 20,00. Obrigado.

SitesPrincipais
24h a serviço dos trabalhadores
O jornal da classe operária
Sites Especiais
Blogues
Movimentos
Acabar com a escravidão de fato, não só em palavras
Cultura

Apoie um jornal vermelho, revolucionário e independente

Em tempos em que a burguesia tenta apagar as linhas que separam a direita da esquerda, os golpistas dos lutadores contra o golpe; em tempos em que a burguesia tenta substituir o vermelho pelo verde e amarelo nas ruas e infiltrar verdadeiros inimigos do povo dentro do movimento popular, o Diário Causa Operária se coloca na linha de frente do enfrentamento contra tudo isso. 

Diferentemente de outros portais , mesmo os progressistas, você não verá anúncios de empresas aqui. Não temos financiamento ou qualquer patrocínio dos grandes capitalistas. Isso porque entre nós e eles existe uma incompatibilidade absoluta — são os nossos inimigos. 

Estamos comprometidos incondicionalmente com a defesa dos interesses dos trabalhadores, do povo pobre e oprimido. Somos um jornal classista, aberto e gratuito, e queremos continuar assim. Se já houve um momento para contribuir com o DCO, este momento é agora. ; Qualquer contribuição, grande ou pequena, faz tremenda diferença. Apoie o DCO com doações a partir de R$ 20,00 . Obrigado.

Quero saber mais antes de contribuir

 

Apoie um jornal vermelho, revolucionário e independente

Em tempos em que a burguesia tenta apagar as linhas que separam a direita da esquerda, os golpistas dos lutadores contra o golpe; em tempos em que a burguesia tenta substituir o vermelho pelo verde e amarelo nas ruas e infiltrar verdadeiros inimigos do povo dentro do movimento popular, o Diário Causa Operária se coloca na linha de frente do enfrentamento contra tudo isso. 

Diferentemente de outros portais , mesmo os progressistas, você não verá anúncios de empresas aqui. Não temos financiamento ou qualquer patrocínio dos grandes capitalistas. Isso porque entre nós e eles existe uma incompatibilidade absoluta — são os nossos inimigos. 

Estamos comprometidos incondicionalmente com a defesa dos interesses dos trabalhadores, do povo pobre e oprimido. Somos um jornal classista, aberto e gratuito, e queremos continuar assim. Se já houve um momento para contribuir com o DCO, este momento é agora. ; Qualquer contribuição, grande ou pequena, faz tremenda diferença. Apoie o DCO com doações a partir de R$ 20,00 . Obrigado.

Quero saber mais antes de contribuir

 

Apoie um jornal vermelho, revolucionário e independente

Em tempos em que a burguesia tenta apagar as linhas que separam a direita da esquerda, os golpistas dos lutadores contra o golpe; em tempos em que a burguesia tenta substituir o vermelho pelo verde e amarelo nas ruas e infiltrar verdadeiros inimigos do povo dentro do movimento popular, o Diário Causa Operária se coloca na linha de frente do enfrentamento contra tudo isso. 

Se já houve um momento para contribuir com o DCO, este momento é agora. ; Qualquer contribuição, grande ou pequena, faz tremenda diferença. Apoie o DCO com doações a partir de R$ 20,00 . Obrigado.