Torcidas contra o fascismo
Após um torcedor do Palmeiras postar foto com símbolos nazistas, o presidente se posicionou e repudiou o bolsonarista
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no email
Compartilhar no reddit
captura-de-tela-2020-06-02-as-08-06-30-600x359 (1)
Líder da Mancha Verde à esquerda e um verme nazista à direita | Foto: reprodução

O presidente da Mancha Verde, Paulo Serdan, se posicionou sobre a ofensiva fascista no Brasil com duas postagens em sua página no Facebook. Deixando claro que não quer militantes da extrema direita na torcida, que é a maior do Palmeiras, expôs que na torcida nunca houve espaço pra ideologias nazistas e fascistas.

“Fique bem claro em definitivo: a Mancha não é e nunca foi lugar pra Ideologia Fascista e ou Nazista se, existe um lugar mais Democrático e Anti Racista que uma Escola de Samba e uma Torcida, Desconheço…”, escreveu.

A ação do líder veio por conta de um indivíduo, cujo nome não cita, que, se dizendo torcedor do Palmeiras, postou fotos com a suástica.

“Portanto, esse Animal travestido de Racista, Nazista um dia pode ter feito parte de uma de nossas Entidades, sem nosso conhecimento, mas, deixo claro, jamais voltará a pisar em uma de nossas sedes ou loja…”, afirma.

E concluiu: “Não esqueçam que uns anos atrás, quando houve aquele confronto na rua Turiassu e demos um pau em alguns, vários que apanharam tinham essa ideologia e estavam tentando se encostar em nossa Torcida, fizemos nossa parte, como será feita se esse infeliz der a honra de mostrar essa sua cara feia e nojenta… “.

 

Compartilhar no facebook
Compartilhe no seu Facebook!
Compartilhar no twitter
Tuite este artigo!
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no telegram
Telegram
Compartilhar no email
Email
Compartilhar no reddit
Reddit
Compartilhar no facebook
Compartilhe
Compartilhar no twitter
Tuite este artigo!
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no email
Compartilhar no reddit
Relacionadas