Combate ao coronavírus
Acordo entre ambos países de capitalismo atrasado gerou comemoração do governo chavista
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no email
Compartilhar no reddit
parana-planeja-comecar-testes-de-vacina-russa-contra-a-covid-19-em-45-dias-5f48f7ace1884 (1)
Segundo vice-presidenta da Venezuela, vacina é: "um alívio para toda humanidade" | Foto: Reprodução

Hoje o país sul-americano que sofre um dos mais duros embargos econômicos de todo mundo recebeu o primeiro lote da vacina produzida pela Russia no combate ao Coronavírus. A chegada da vacina foi motivo de uma celebração oficial do governo de Nicolas Maduro.

O principal motivo para chegada da vacina é um acordo entre os dois países no desenvolvimento e aprimoramento da vacina, chegando já ao seu estágio III na Venezuela. Em pronunciamento a Telesur, a vice-presidente da Venezuela afirmou: “A Sputnik V é um alívio para a humanidade que está enfrentando a pandemia COVID-19”

Compartilhar no facebook
Compartilhe no seu Facebook!
Compartilhar no twitter
Tuite este artigo!
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no telegram
Telegram
Compartilhar no email
Email
Compartilhar no reddit
Reddit
Compartilhar no facebook
Compartilhe
Compartilhar no twitter
Tuite este artigo!
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no email
Compartilhar no reddit
Relacionadas