Siga o DCO nas redes sociais

30ª Conferência Nacional do PCO: Fora Bolsonaro e Liberdade para Lula!
PCO em Curitiba 02
30ª Conferência Nacional do PCO: Fora Bolsonaro e Liberdade para Lula!
PCO em Curitiba 02

Nos dias 27 e 28 de setembro o PCO realizará em São Paulo sua 30ª Conferência Nacional. A Conferência reunirá militantes do partido de todo o País para discutir a situação política do país e definir a política diante dos acontecimentos. Será uma ocasião para unificar toda a militância em torno de uma política clara para enfrentar a direita golpista e participar da luta política nacional.

Frente aos desdobramentos do golpe de Estado e à crise do atual governo, que resultou do movimento golpista, o PCO propõe um conjunto de reivindicações para enfrentar a direita e propor uma via de saída para a crise política. A Conferência estabelecerá um curso de ação para levar adiante essas reivindicações.

Fora Bolsonaro!

A primeira dessas reivindicações é a queda imediata do atual governo golpista, do ilegítimo Jair Bolsonaro, imposto ao país por meio de uma fraude. Bolsonaro acaba de aprovar na Câmara uma Medida Provisória (MP 881) que acaba com a folga obrigatória aos domingos, entre outros ataques aos trabalhadores. O movimento popular sequer conseguiu assimilar esse ataque, enquanto procurava resistir à demolição da Previdência e os cortes na educação.

Caso esse governo continue, muitos outros ataques virão, e uma sequência de lutas parciais contra cada um desses ataques tem poucas chances de impor uma derrota mais abrangente contra o governo. É necessário levantar uma reivindicação mais geral que reúna todas essas lutas: Fora Bolsonaro! Essa palavra de ordem já é popular nas ruas, já existe uma imensa disposição à mobilização em torno dessa exigência. É preciso desenvolver o potencial dessa política para intensificar as mobilizações.

Liberdade para Lula!

Outra palavra de ordem tão importante quanto o Fora Bolsonaro! é a exigência de liberdade imediata para Lula. Além de uma questão de solidariedade com um preso político da direita golpista, essa exigência confronta diretamente o regime golpista e sua instituições corrompidas. A prisão de Lula foi um passo fundamental do golpe, e sua libertação seria um grande elemento de crise para os golpistas, polarizando a situação política e colocando a direita em grandes dificuldades. Por isso essa é uma reivindicação central na luta contra a direita, contra Bolsonaro e contra o programa neoliberal imposto ao Brasil pelo imperialismo.

Eleições gerais

Finalmente, uma terceira medida decorre das duas anteriores, como saída para a crise pela esquerda. Uma vez que as massas organizadas consigam se livrar do governo golpista e que Lula esteja solto, devem-se realizar novas eleições para que o povo possa, dessa vez, escolher o candidato que quiser para ser presidente. Seria uma forma de reverter a fraude operada em 2018.

Portanto, é preciso organizar uma grande campanha em torno dessas palavras de ordem, para impulsionar uma grande mobilização que tenha como propósito acabar com esse governo golpista e apresentar uma perspectiva de saída para o Brasil pela esquerda. A 30ª Conferência será a ocasião para o partido se preparar para levar essa luta adiante no próximo período.