Há 112 anos
Uma ação contra-revolucionária
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no email
Compartilhar no reddit
Lênin-q1
Lenin fora atingido no pulmão e no ombro. | Foto: Reprodução/Arquivo

No dia 30 de agosto de 1918, Lenin fora abordado ao entrar no seu carro, após uma assembleia operária, pela militante anarquista dos socialistas revolucionários, Fanni Kaplan. A russa usou como pretexto a dissolução da Assembleia Constituinte, ocorrida graças a intervenção dos Bolcheviques, pretexto para entrar em uma discussão artificial.

Em pouco tempo Kaplan sacou uma arma e atirou contra Lenin. Uma das balas perfurou seu casaco e outras duas o acertaram, perfurando assim seu pulmão e outra atingindo seu ombro.

Fanni Kaplan viria a considerar Lenin como um “traidor da revolução” após a decisão dos Bolcheviques em dissolver a Assembléia Constituinte. As eleições foram feitas logo após a revolução, e na prática vieram a representar não um fator positivo para o recém fundado Estado Operário, mas sim uma abertura para a ação eleitoral da burguesia contra-revolucionária e da pequeno-burguesia centrista.

Lenin e os Bolcheviques, logo percebendo o grande risco que a Assembléia havia se tornado para a revolução, decidiram por dissolvê-la, pouco tempo após as eleições. A prova de seu caráter difuso foi o seu próprio resultado, em que a pequena-burguesia saiu vitoriosa no terreno eleitoral, mesmo não tendo o poder político e a influência no movimento operário dos Bolcheviques.

Esta ação gerou fortes atritos dos Bolcheviques com os socialistas revolucionários e demais organizações de esquerda, levando à tentativa de assassinato do principal líder da revolução.

A tentativa de assassinato viria então a ser motivada pela confusão política geral, e ação abertamente contra-revolucionária promovida pelos grupos pequeno-burgueses e a própria burguesia.

Compartilhar no facebook
Compartilhe no seu Facebook!
Compartilhar no twitter
Tuite este artigo!
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no telegram
Telegram
Compartilhar no email
Email
Compartilhar no reddit
Reddit
Compartilhar no facebook
Compartilhe
Compartilhar no twitter
Tuite este artigo!
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no email
Compartilhar no reddit
Relacionadas