Genocído capitalista
Se na Europa as mortes chegam nas dezenas de milhares, o que será da África e dos países explorados?
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no email
Compartilhar no reddit
africa
Foto: Reprodução/Africa News |

Da redação – Nesta semana, especialistas na área da saúde afirmaram que temem milhares de mortes no continente africano devido ao baixo número de testes, infraestrutura precária e escassez de recursos, entre outros fatores. E qual o motivo? Três respiradores para 5 milhões de pessoas!

Esse é o número de máquinas de ventilação mecânica, que a República Centro-Africana tem para toda a sua população. O que aparenta ser um número surreal, na verdade é a mais cruel das realidades, onde, este aparelho essencial  para pacientes com covid-19 em estado grave, simplesmente não existe no continente que mais foi assaltado pelos países explorados.

Porém, os números também não são reais. Dezenas de milhares de mortos é o que estamos vendo na Europa, local onde havia uma estrutura de bem estar social em alguns poucos países, até a política Neoliberal destruir tudo. O resultado: um massacre eminente de milhões de miseráveis em toda África e pelo mundo.

A crise mundial do coronavírus, demonstrou claramente que a burguesia não consegue controlar o seu próprio sistema, e mais, que na verdade, quer matar a população explorada para lucrar.

Compartilhar no facebook
Compartilhe no seu Facebook!
Compartilhar no twitter
Tuite este artigo!
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no email
Email
Compartilhar no reddit
Reddit
Relacionadas