3 mitos sobre as questões eleitorais do PT

rui

Destacamos e transcrevemos um trecho da Análise Política da Semana do último dia 25 em que o companheiro Rui Costa Pimenta, presidente Nacional da PCO, revela três mitos sobre as questões eleitorais do PT.

Ouça esse trecho e muito mais na Rádio Causa Operária:

Leia aqui:

“Sobre esta questão eleitoral do PT, mito número um, que eu acho que é o mais importante, que joga lenha na fogueira das pessoas que estão caindo nessa confusão, o Haddad vai ganhar a eleição. Bom ontem no debate que nós fizemos aqui um cidadão falou com a maior convicção que o Haddad praticamente ganhou, ele só ta esperando o fim da eleição para assumir o cargo de presidente da República, sendo que ele nem é  candidato até agora, veja isso é Uma ingenuidade… A burguesia pode parecer morta mais ela não está morta, muito pó contrário, os banqueiros e os grandes capitalistas têm o controle da economia e da política nacional até segunda ordem, não é porque existe uma parte da população que é a favor de fulano que eles vão entregar a rapadura, isso não é assim, porque se fosse assim não não tinha golpe.

O golpe de Estado  é sempre contra um governo que foi eleito ou seja que tem apoio popular… que tem respaldo popular, se não tem respaldo popular não precisa dar golpe, ganha eleição, por isso tem golpe. É uma ingenuidade achar que as pesquisas de intenção de voto, que são instrumento inclusive de manipulação política  da burguesia que indicam A, B ou C, a parada está resolvida. Eu já falei várias vezes queria acentuar aqui que muita gente do PT acha que o voto tem poder mágico, a urna seria assim como ídolo da Grécia, aí são uma voz gritaram e fala: o vencedor e Fernando Haddad. Aí todo mundo… falou a voz de Deus. Ninguém acredita nisso a não ser as pessoas muito ingênuas, os militares já falaram mil vezes se o Lula ganhar a eleição ou se quer concorrer a eleição vai ter golpe. não foi bem uma nem duas vezes. Delfim Neto falou que vai ter golpe seja lá quem ganha, já não é o Lula. Fernando Henrique disse que o governo é provisório.

Fora esse recursos, nós temos que lembrar a direita tem.a.rede Globo, rede Bandeirantes, rede Record sei lá quantas redes de tevê de rádio eles tem, é uma aparato monstruoso. Eles estão jogando a campanha eleitoral, uma breve análise da eleição, para um curto espaço de tempo, a eleição ha é  pequena, aí eles encurtaram mais ainda, estão o que eles vão fazer, vocês já viram alguém dar um golpe, o golpe, têm distrair a pessoa e levar… quando a pessoa perdeu tudo, todo golpe é assim, eles querem pegar querem pegar população de surpresa, e eles tem o poder de fazer muita mais coisa do que a gente possa imaginar.  Eles tem uma mapa da eleição que eles estão discutindo cuidadosamente, como desviar o voto deste para aquele outro e tal. Por exemplo hoje no jornal a discussão era a seguinte, que precisaria, uma parte do voto do Lula no nordeste seria desviada para Marina e outra para o Ciro Gomes, dois candidatos com abertura no Nordeste. Aí um dos analistas fala o seguinte: será que a campanha na televisão curta e tudo mais faria a com que o apoio do Lula ao Haddad chegasse a população mais pobre.

O Pessoal do PT tá cantando a Vitória, tá contando com o ovo antes de sair da galinha,  mas não analisa a realidade, tem uma pesquisa de opinião… tem uma pesquisa de opinião que fala que o Lula tem 40% e vai dar na mão do Haddad como se fosse uma maleta e vai dar para o Haddad… não é assim, ainda mais que o PT é  Um partido frouxo, que não luta, não se mobiliza, não enfrenta a direita… ai tem uma parte da burguesia que fala no sudeste o Lula ganha, mas o Haddad não, o Bolsonaro cresce, então precisamos passar o voto para o Alckmin, eleição é isso… a eleição ela é  feita nos bastidores, é como se fosse um técnico de computador que tivesse programando um negócio, é uma manipulação extraordinariamente grande e eles têm recursos para manipular, por exemplo o PT nunca se preocupou em sequer em ter um órgão de intensa própria mas os inimigos do PT tem, sei lá 50 mil órgão e imprensa, que tão só esperando para falar que o Haddad é filho do Maluf, que o filho do Lula comprou a Petrobras. Que que a gente acha se vai acontecer na eleição, eles vão desmantelar os adversários como uma coisa de louco, já devem ter inventado aí uns fatos políticos para criar o clima na eleição. Então eles acham que isso são favas contadas isso é bobagem. O que nós devemos dizer é, mesmo se o Lula concorrer às eleições e mesmo se concorrerem as eleições em condições mais favoráveis do ponto de vista do regime político de hoje, para o Lula ganha já seria uma guerra, não ia ser um passeio. Eu acho que muita gente que não vou o Lula.perder a eleição, que acha que ele ganha todas, não é assim, eu mesmo vi ele perder três eleições e nas três a burguesia vez assim…. O Lula tava com 60% dos votos, caiu  para 20% e elegeram um cara que eles pegaram na rua catando latinha e colocaram como presidente da República.

Quando eu vi a eleição do Fernando Collor que foi uma primeira experiência,eu parei falei assim  como é que uma figura de plástico, o cidadão é praticamente um fotografia na campanha eleitoral, ganhou de uma pessoal como o Lula, porque o Lula já era uma liderança popular extraordinária naquela época, os atos dos comícios do Lula enchiam em todo lugar, o collor se ele conseguisse fazer um ato com 40 pessoas contratadas ao era muito, e eles ajeitaram a vitória do Collor. Falar que o Haddad vai ganhar e ilusório, nós temos que acompanhar como a burguesia manipula a eleição, e ela ta manipulando ativamente a eleição, censurando o Facebook, bloqueando as redes sociais, não tem campanha eleitoral…

Segundo mito, Lula já decidiu que é o Haddad. Não, a colocação do Lula é muito clara, ele é  o candidato, o Haddad seria vice.

Terceiro, o Haddad é o Lula, não é verdade, é chato falar isso, mas nós não podemos chegar aqui e fazer propaganda de que filé de gato e lebre. Até na feira seria uma  coisa extremamente desonesta com o consumidor, pessoal quer votar no Haddad porque ele é do PT, tudo bem, mas que ele seja um robô do Lula, o poste, como o pessoal fala, pode esquecer.

O Haddad é um candidato de compromisso entre a ala direita do PT e o Lula, ala do Lula é como tal ele é um candidato muito incerto, e nós não estamos momento de confiar cegamente em ninguém. Finalmente a realidade da política nacional e Internacional não corrobora nenhum otimismo, a esquerda Internacional está sendo massacrada em todos os lugares, a ameaça de invasão  da Venezuela, o imperialismo organizou uma insurreição para derrubar o governo da Nicarágua, a Cristina Kirchner está sendo processada, o Rafael Correa foi completamente esmagado no Equador, no Paraguai a esquerda tá toda submissa comendo na mão mão direita, não tem nenhum panorama favorável em nenhum da América Latina sobre isso daí. Quer dizer o otimismo deve levar em consideração esse tipo de coisa. É a situação nacional e Internacional é cada vez mais grave, o que implica que o imperialismo está cada vez mais preocupado em controlar suas colônias e nós somos uma espécie de colônia dos norte-americanos eles querem controlar a coisa de maneira decidida. Bom, penúltima questão, porque que o pessoal semeia toda era ilusão essa confusão, qual é o propósito… porque que eles não levam a candidatura do Lula adiante, nós temos que entender que de trás disso existe uma política, que foi expressa,muito bem expressa, foi expressa  pelo pessoal do PT, por exemplo Humberto Costa disse, temos que vire a página do golpe, mas foi expressa anda mais claramente pelo próprio Ciro Gomes, um cidadão falou você defende que o Lula seja candidato, ele falou não, eu não quero que o Lula seja candidato, é não quero que o Lula ganhe a eleição, ele foi muito claro um momento de honestidade sei lá porque, aí em explicou, por que que não, porque ele acha que a candidatura do Lula polariza o país, joga os trabalhadores contra a burguesia, acentua, acirra a luta de classe e que o momento é ter um governo que unifique o país, ou seja, que coloque todo mundo que está revoltado contra o golpe que está revoltado contra as reformas do Temer, debaixo da bota dos capitalistas. Quer dizer que o país volte ao normal, que o pessoas não fique revoltado, mortadelas e cozinhas se abraçam nas ruas, todo mundo esqueça esse negócio de Lula, que aceitem tudo isso daí e vamos para frente, esse é o motivo da austeridade da candidatura do Lula, todo um setor do PT que é muito ligado ao capitalistas sabe que levar adiante a candidatura do Lula é  enfrentar os capitalista e a direita e eles acham que não dá para enfrentar os capitalistas e a direita, que tem que abaixar a cabeça, é uma posição serviu, essa é a realidade da coisa.”