29 de maio de 1971: “Liberté, Egalité, Fraternité“

igualite

Hoje, dia 29 de maio, temos um dos dias mais importantes na luta pela construção de direitos humanos em toda a História. E isso se da exatamente por conta de estarmos falando aqui do dia histórico onde foram proclamadas as palavras ´´Liberdade, Igualdade, Fraternidade“. O lema foi empregado pela primeira vez em  de 1791 na “Sociedade de Amigos dos Direitos Humanos” e inspirou a difusão desses direitos nas Constituições, em organizações de trabalhadores e instituições até hoje.

Na França, abriu-se em 1789 um longo período de convulsões políticas do século XIX, com a Revolução Burguesa, iniciada ali, levando essa classe social ascendente – por mais que minoritária -, à organizar a população contra a nobreza parasitária que dominava a séculos. Apesar de ser uma típica luta para tomar o poder, onde, por conta de episódios como este a história dos Homens é toda manchada de sangue, foi o início de uma nova Era, um novo ciclo de avanços nos direitos humanos. Se deu também a formação dessas novas classes, a burguesia nascente dos Burgos (centros urbanos comerciais) e a operária (proletariado), que seguiu as Revoluções Industriais e Burguesas com a formação das fábricas criadas aos milhares.

De lá para cá, inspirados pelos ideais iluministas e no lema maior da Revolução Francesa, diversas nações romperam os grilhões da submissão à nobreza e ao clero. As instituições feudais até então estavam vigentes, algumas em franca decadência na Europa, e com isso, foram superadas por diversas revoltas da burguesia. Foi um imenso processo de transformação econômica da produção, onde, à medida que a burguesia, a partir do século XVIII, consolidava cada vez mais seu poder econômico, social e político.