Dia de Hoje na História
Provou-se, mais uma vez na história, que o moral revolucionário de um exército – mesmo em condições bélicas muito inferiores – é capaz de aniquilar qualquer força reacionária.
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no email
Compartilhar no reddit
1549550601_zing_ct1
Foto: Reprodução. |

Há exatos 45 anos, no dia 29 de abril, a intervenção imperialista dos EUA no Vietnã demonstrara que já não tinha fôlego para combater o aguerrido exército de Ho Chi Minh – mais conhecidos por Vietcongs. Iniciava-se, pois, uma operação de evacuação emergencial, a Operação Vento Constante. O objetivo era retirar as pessoas da cidade de Saigon – bastião da contrarrevolução vietnamita – liderado por Bao Dai, que logo seria substituído por Ngo Diem Dinh, em 1955.

A operação que duraria 24 horas conseguiu retirar de Saigon cerca de 1.373 cidadãos norte-americanos, mais de 5.595 vietnamitas e outras nacionalidades. A utilização de helicópteros foi seguida de porta-aviões estacionados ao largo de Saigon. Com tempo apertado, visto à iminente entrada do exército revolucionário na cidade, os estadunidenses chegaram a jogar helicópteros no mar para permitir o pouso dos que chegavam aos porta-aviões. Essa era, sem dúvida, uma das derrotas mais acachapantes dos estadunidenses. Batendo em retirada, os estadunidenses entraram em desespero para resgatar seus funcionários no alto dos prédios de Saigon. Trata-se, portanto, da maior evacuação realizada por helicópteros na história.

O batismo de ‘Vento Constante’ se deu após o primeiro nome escolhido, Talon Vise, ter sido decifrado. Distribuído para a imprensa e para os civis norte-americanos na cidade de Saigon, o novo nome serviria como sinal para o início da operação. Após investimento de bilhões de dólares na guerra do Vietnã, restava aos estadunidenses uma retirada ao estilo hollywoodiano.

Provou-se, mais uma vez na história, que a convicção e o moral revolucionário de um exército – mesmo em condições bélicas muito inferiores – é capaz de aniquilar qualquer força reacionária.

Compartilhar no facebook
Compartilhe no seu Facebook!
Compartilhar no twitter
Tuite este artigo!
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no telegram
Telegram
Compartilhar no email
Email
Compartilhar no reddit
Reddit
Compartilhar no facebook
Compartilhe
Compartilhar no twitter
Tuite este artigo!
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no email
Compartilhar no reddit
Relacionadas