Egito
Nasser foi um dos maiores líderes árabes de todos os tempos, demonstrando na prática quais as tarefas para a população do Oriente Médio e Norte da África na atualidade
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no email
Compartilhar no reddit
1960_5_7-Egyptian-President-Gamal-Abdel-Nasser-waving-to-crowds-in-Mansoura-from-a-train-carNasser_in_Mansoura_1960-2-1
Gamal Abdel Nasser | Foto: Reprodução

De certo modo, a figura de Gamal Abdel Nasser sintetizou a luta da população egípcia e de todo o Oriente Médio durante os primeiros anos da década de 50, com a Revolução Egípcia de 1952.

Nascido em 1918, logo após o desmoronamento do Império Otomano durante a Primeira Guerra Mundial, o líder egípcio viveria o início da dominação inglesa em seu país, o que o levaria a iniciar sua militância anti-imperialista desde os anos 30.

Com o desenvolvimento da classe operária no país com a criação do Partido Comunista, a crescente mobilização contra o domínio inglês e a Segunda Guerra Mundial, que abriu uma crise sem precedentes em todo o planeta, criou-se o Movimento Militar Livre, do qual Nasser fez parte por ser militar.

Após a divisão da Palestina por parte do imperialismo em 1948, a população do Oriente Médio começou a se radicalizar.

Em 1952, após o assassinato de 50 soldados egípcios por parte dos ingleses, a população saiu às ruas do Cairo e iniciou a revolução de 1952. Como a classe operária ainda não possuía uma organização capaz de liderar a revolução, o próprio Movimento Militar Livre acabou por guiar a população até a expulsão dos ingleses.

Por se tratar de um movimento do nacionalismo burguês, o movimento de Nasser não pode levar a revolução até as últimas consequências. No entanto, o próprio movimento, com Nasser à frente após 1958, foi capaz de nacionalizar cerca de 90% da economia do país, incluindo o Canal de Suez, um dos canais mais importantes de todo o planeta. Sua nacionalização em 1956, fez com que Inglaterra, França e Israel invadissem o país. Porém, com a população entusiasmada por sua liberdade, os egípcios saíram vitoriosos.

Além das nacionalizações, Nasser foi o principal propagandista da República Árabe Unida (RAU), que correspondia a tarefa atual das população do Oriente Médio de estabelecer um único país. A RAU se iniciou em 1958 com a unificação da Síria e do Egito, chegando também a abrigar o Iêmen. Porém, em 1961, após um golpe de estado na Síria por parte do imperialismo, o país deixou a RAU.

Em 1967, Nasser tentou unir os povos árabes contra a dominação da Palestina por parte de Israel, na chamada Guerra dos 6 dias. O Egito acabou por sair derrotado da guerra e Israel anexou a região do Sinai, que seria retomada somente em 1973.

Nasser faleceu em 1970, vítima de um araque cardíaco.

Sua figura é até hoje como um dos maiores líderes dos países árabes de todos os tempos. Como já dito, durante seu período à frente do Egito, ficou claro que uma das tarefas da população árabe é a unificação de todo seu território no Oriente Médio e Norte da África, para se opor ao imperialismo.

No atual momento, em que Israel parte para uma ofensiva contra a população palestina, que o imperialismo dá um golpe de estado no Líbano e tenta extinguir o Hezbolah e assassina um dos maiores líderes do Irã, além de aproximar países árabes como Emirados Árabes, Bahrein, Jordânia e o próprio Egito, países hoje dominados pelo imperialismo, com o próprio estado de Israel, é necessário relembrar a figura de Nasser e levar adiante a luta da população nessa região.

Quer saber mais sobre a história de Nasser e do Egito? Acompanhe outras matérias do Diário Causa Operária e cursos e vídeos na Causa Operária TV!

Gamal Abdel Nasser e o nacionalismo árabe

28/9/1970: morre Gamal Abdel Nasser

https://www.youtube.com/watch?v=3KCVSQKUUBg

https://www.youtube.com/watch?v=-w3ZLjMlHdc

Compartilhar no facebook
Compartilhe no seu Facebook!
Compartilhar no twitter
Tuite este artigo!
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no telegram
Telegram
Compartilhar no email
Email
Compartilhar no reddit
Reddit
Compartilhar no facebook
Compartilhe
Compartilhar no twitter
Tuite este artigo!
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no email
Compartilhar no reddit
Relacionadas