Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no email
Compartilhar no reddit
2015-06-18-download--1-
|

Não é novidade para ninguém que o imperialismo português invadiu dezenas de países pelo mundo, em busca de dominação de territórios e de governos, Portugal assassinou milhares de pessoas pobres para concretizar sua soberania. Esse foi o caso do Timor Leste, país dominado pelos portugueses durante 500 anos e mais 24 anos de dominação pela Indonésia.

Nesse meio tempo, surge a Frente Revolucionária de Timor-Leste Independente, movimento de resistência que lutou pela independência do Timor Leste, primeiramente de Portugal e depois da Indonésia, entre 1974 e 1998.

Em 1975, o governador direitista português abandona Dili, capital de Timor Leste, quando estava explodindo uma guerra civil com os rebeldes invadindo o local. Um dos estopins para essa luta pela independência do Timor Leste foi a Revolução dos Cravos, em Portugal, que derrubou a ditadura em 1974, juntamente com a luta pela independência de outras colônias portuguesas, como Angola, Moçambique, Cabo Verde, Guiné Bissau, Cabo Verde e Príncipe.

A Indonésia também teve papel decisivo nessa luta, já que também queria anexar o Timor Leste como parte do território indonésio. Em 1998, após a queda do ditador da Indonésia, Suharto, é anunciado que o Timor teria que decidir seu futuro como país independente via referendo. Em 4 de setembro a ONU anuncia que, após 78,5% dos votos votarem pela independência, Timor Leste oficialmente deixa de ser uma colônia.

Compartilhar no facebook
Compartilhe no seu Facebook!
Compartilhar no twitter
Tuite este artigo!
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no telegram
Telegram
Compartilhar no email
Email
Compartilhar no reddit
Reddit
Compartilhar no facebook
Compartilhe
Compartilhar no twitter
Tuite este artigo!
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no email
Compartilhar no reddit
Relacionadas