Siga o DCO nas redes sociais

Fraude eleitoral
26/11/2000: Bush é eleito presidente dos EUA sob suspeita de fraude
no dia 26 de novembro de 2000, a Suprema Corte dos Estados Unidos anunciava a vitória de George W. Bush após uma inexplicável vitória nos supereleitores das Flórida
George-Bush
Fraude eleitoral
26/11/2000: Bush é eleito presidente dos EUA sob suspeita de fraude
no dia 26 de novembro de 2000, a Suprema Corte dos Estados Unidos anunciava a vitória de George W. Bush após uma inexplicável vitória nos supereleitores das Flórida
George W. Bush. 29/01/2002. Luke Frazza: AP Photo
George-Bush
George W. Bush. 29/01/2002. Luke Frazza: AP Photo

Em novembro de 2000, a crise do sistema eleitoral norte americano chegaria a um de seus ápices. Numa das mais acirradas disputas presidenciais entre o Partido Democrata e o Partido Republicano, Bush venceu Al Gore, o candidato favorito no voto popular, em condições estranhas.

Um estranho episódio aconteceu durante a eleição, deixando claro o quão fácil é manipulá-la. Na noite da contagem dos votos, a esmagadora maioria dos meios de comunicação anunciava a vitória do candidato candidato do Partido Democrata (Albert Arnold Gore Jr.). As pesquisas de boca de urna todas indicavam a vitória de Gore. Flórida sendo um dos estados mais populosos, era o último a terminar sua contagem e um dos mais importantes. Quem ganhasse na Flórida venceria as eleições. Todos anunciavam a vitória de Gore, com exceção da Fox News, que não por coincidência empregava um primo de Bush, cujo conhecimento de antemão do esquema montado permitiu a Fox de anunciar a vitória de Bush.

A eleição presidencial dos Estados Unidos funciona por colégio eleitoral. Os estados com maiores populações tem mais representantes no colégio, proporcionalmente, de modo que os 538. Esse sistema funciona de maneira antidemocrática. O voto popular apenas influencia os grandes eleitores, porém não decide as eleições. Além do que, o método usado é de que o vencedor em cada estado leva tudo, de modo que se um candidato é majoritário em um estado, todos os votos são contabilizados para ele, dessa maneira, mesmo podendo receber menos votos no total, ele ainda sim pode ganhar. Um exemplo para isso são as eleições de 2000, ou as de 2016, ambas candidaturas do PR.

A inesperada vitória de Bush levantou várias manifestações no dia de sua posse, devido ao caráter fraudulento da eleição. A população negra, que teve 12 mil eleitores impedidos de votar, compareceu em peso no dia da posse presidencial. Ovos eram jogados em cima da limousine presidencial e vaias eram ouvidas. O medo era tão grande que Bush não fez a tradicional caminhada até a Casa Branca como de costume. Os manifestantes tiveram que ser contidos pelo batalhão de choque.

O fato do irmão de Bush ser governador da Flórida, e de una principais encarregadas pela campanha do republicano ser a responsável por contratar a empresa que contabilizaria os votos naquele estado, deixou claro que as eleições haviam sido manipuladas.

A oposição tentou contestar pedindo uma recontem de votos, porém após um ping pong jurídico, a suprema corte declarou vitória para o Partido Republicano no dia 26 de novembro.