Murietta: Robin Hood mexicano
Murietta, o Zorro da Califórnia, Robin Hood do Oeste ou Robin Hood do El Dourado ilustra a tese de Hobsbawm, “o banditismo é uma forma bastante primitiva de protesto social”
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no email
Compartilhar no reddit
220px-Joaquin_Murieta(1)
A lenda popular de Joaquín Murietta é a de um homem amante da paz, levado a buscar vingança | Foto: Reprodução

Banditismo também pode ser considerado uma forma de atividade predatória realizada por bandos armados, organizados ou não, contra propriedades e autoridades. Segundo o historiador Eric Hobsbawm, “o banditismo é uma forma bastante primitiva de protesto social organizado”.

Pois, Joaquín Murietta Carrillo, nascido em Sonora, México, 1829 e morto em 1853 com apenas 24 anos, ficou conhecido como o Robin Hood do Oeste ou Robin Hood do El Dourado. Foi um vaqueiro, minerador e lendário fora-da-lei da Califórnia durante o período da febre do ouro na década de 1850.

O homem e sua missão. A lenda popular de Joaquín Murietta é a de um homem amante da paz, levado a buscar vingança quando ele e seu irmão foram falsamente acusados de roubar uma mula. Seu irmão foi enforcado e Joaquín chicoteado. Sua jovem esposa foi estuprada por gangues e em uma versão ela morreu nos braços de Joaquim.

Jurando vingar-se, Joaquín perseguiu todos os que haviam violado sua amada. Ele embarcou em uma curta mas violenta carreira que levou a morte a seus torturadores anglos. O estado da Califórnia ofereceu então uma recompensa de até US$ 5.000,00 para Joaquín “morto ou vivo”.

Conta-se que ele teria sido morto em 1853, mas as notícias de sua morte foram contestadas e mitos mais tarde se formaram sobre ele e sua possível sobrevivência. Em 1919, Johnston McCulley supostamente recebeu sua inspiração para seu personagem fictício Don Diego de la Vega – mais conhecido como Zorro – do livro de 1854.

Dessa forma, o primeiro a escrever sobre a história de Murrieta foi o jornalista John Rollin Ridge, embora ele compôs seu romance apelando para algumas outras histórias sem relação com Joaquin. Murrieta, cavalheiresco heroi mexicano, é um personagem trágico e romântico da luta do ouro da Califórnia.

Joaquin Murieta, foi reivindicado como heroi de Chile também. Víctor Jara, na sua canção Así como hoy matan negros afirma que era chileno, tal como Pablo Neruda, em Fulgor y muerte de Joaquín Murieta que também afirma que era chileno.

Afirmava-se que chegou à Califórnia em 1850, à procura de fortuna durante a corrida do ouro. No entanto, em vez de oportunidades iguais, encontrou racismo e discriminação, primeiro através da aprovação da acta que obrigava a pagar uma elevada carga fiscal sobre os mineiros de origem latino-americana que trabalhavam nas minas da Califórnia e, mais tarde, pela violação e o assassinato da sua esposa.

Murietta, o Zorro da Califórnia, Robin Hood do Oeste ou Robin Hood do El Dourado ilustra a tese de Hobsbawm, “o banditismo é uma forma bastante primitiva de protesto social organizado”.

 

Compartilhar no facebook
Compartilhe no seu Facebook!
Compartilhar no twitter
Tuite este artigo!
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no telegram
Telegram
Compartilhar no email
Email
Compartilhar no reddit
Reddit
Compartilhar no facebook
Compartilhe
Compartilhar no twitter
Tuite este artigo!
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no email
Compartilhar no reddit
Relacionadas